Intermarché e Grupo Dia põem fim a central de compras conjunta

A marca francesa anunciou o fim da central de compras criada em conjunto com o Grupo Dia em Portugal para fazer face à concorrência. A atividade da central vai cessar nos próximos meses.

Os supermercados Intermarché e Grupo Dia anunciaram o fim da central de compras que tinham criado em 2015 para fazer face à concorrência. A marca francesa adiantou que a atividade da central vai “cessar nos próximos meses” e que esta decisão se deve à redefinição de “objetivos estratégicos em termos de compras”.

Em maio de 2015 as duas empresas retalhistas anunciavam a criação de uma central de compras conjunta, com o nome de CINDIA. No entanto, passados três anos, essa parceria — criada para “negociar em exclusivo com os maiores fornecedores de produtos de marcas nacionais e internacionais”, lia-se na altura em comunicado –, chegou ao fim. “Após ter tomado a iniciativa de cessar, por mútuo acordo, a sua aliança de compras com o Grupo Casino, o Intermarché cessa a sua aliança de compras com o Grupo Dia em Portugal”, de acordo com a nota enviada às redações.

Como justificação, a empresa francesa adianta: “O Intermarché toma esta decisão, porque a insígnia pretende redefinir os seus objetivos estratégicos em termos de compras. Deste modo, a atividade da central de compras do Intermarché e do Grupo Dia irá cessar nos próximos meses“.

Comentários ({{ total }})

Intermarché e Grupo Dia põem fim a central de compras conjunta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião