Olá, Daisy. Apple tem um robô que desmonta 200 iPhones por hora

Adeus, Liam. Olá, Daisy. A Apple substituiu o seu antigo robô de reciclagem de iPhones por uma nova máquina capaz de desmontar 200 smartphones por hora.

O Dia da Terra é só no domingo, mas a Apple já começou a celebrar. A gigante norte-americana escolheu esta ocasião simbólica para revelar o seu novo robô de reciclagem de iPhones: a Daisy. Este equipamento consegue desmontar 200 smartphones por hora, separando todas as peças reutilizáveis, que assim voltarão a servir de matéria-prima.

O novo robô foi construído ele próprio com partes recicladas do equipamento que, até agora, se ocupava da função que a Daisy vem preencher.

Além de mais rápida, a máquina agora lançada também supera a anterior pela variedade de modelos de telemóveis que consegue desmontar. A Daisy consegue separar as peças de nove modelos distintos de iPhones sem destruir qualquer componente com valor (o que acontece nos processos tradicionais).

Daisy é a nova aposta ecológica da Apple.

A Apple vai ainda marcar o Dia da Terra com um desafio lançado através do smartwatch da marca, que encorajará os clientes a aproveitarem o ambiente e o planeta, no domingo. Nos Estados Unidos, a norte-americana vai promover também uma campanha que prevê a doação para uma organização ambiental por cada equipamento Apple que os consumidores entregarem num dos pontos de venda.

Esta celebração acontece poucas semanas da gigante ter anunciado a concretização de um dos seus objetivos mais verdes: a empresa passou a alimentar as suas infraestruturas globais com energia 100% renovável.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Olá, Daisy. Apple tem um robô que desmonta 200 iPhones por hora

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião