Revista de imprensa internacional

Os planos da Ford para se adaptar a uma nova era é uma das notícias que marca a atualidade esta sexta-feira. No Brasil, começa a ser alinhavada regulamentação para as fintechs.

Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades — e, de facto, os tempos são outros. É por isso que a Ford decidiu apresentar um plano ambicioso que visa uma mudança de estratégia: retirar o foco dos automóveis de passageiros e passar a apostar mais nos SUV e nos camiões. Por cá, na Zona Euro, levantam-se preocupações acerca da recuperação económica, depois de ter sido anunciado um abrandamento no crescimento económico de França. No Brasil, começa a ser alinhavada regulamentação para as fintechs, mas de forma a não penalizar a inovação.

Bloomberg

Ford muda o foco para os SUV e camiões. Larga o Fusion, Taurus e Fiesta

A Ford apresentou um plano para reduzir a produção de automóveis para passageiros e focar-se nos SUV e nos camiões, que são segmentos que ainda registam crescimento. Além disso, apresentou um plano para o corte nas despesas no valor de 25,5 mil milhões de dólares até 2022, e vai deixar de produzir alguns modelos, como o Fusion, o Taurus e o Fiesta. Além disso, nos Estados Unidos, o foco da Ford permanece apenas no icónico Mustang. É mais uma empresa do setor automóvel a adaptar-se à procura do mercado, numa altura em que há cada vez mais alternativas a ter um automóvel, como é o caso das aplicações de carsharing, ou mesmo da Uber nas cidades, assim como à crescente aposta na mobilidade elétrica. Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso gratuito/conteúdo em inglês).

Valor Econômico

Brasil prepara regulamentação das fintechs

O Conselho Monetário Nacional brasileiro tem propostas para regulamentar a nova vaga de startups tecnológicas do setor financeiro, um fenómeno conhecido por fintech. As duas resoluções apresentadas têm como objetivo delinear um enquadramento, mas sem deixar de estimular a inovação e a participação de novas instituições no mercado financeiro. Deste modo, deverão ser criadas duas categorias de fintechs: as Sociedades de Crédito Direto e as Sociedades de Empréstimo entre Pessoas. Leia a notícia completa no Valor Econômico (acesso gratuito/conteúdo em português).

The Wall Street Journal

França cresce menos. Levantam-se dúvidas sobre recuperação da Zona Euro

O crescimento económico de França abrandou no primeiro trimestre deste ano, com a segunda maior economia da Zona Euro a apresentar um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) de apenas 0,3%. No ano passado, França cresceu sempre, trimestralmente, acima de 0,5% e chegou mesmo aos 0,7% no último trimestre do ano. Este desacelerar do crescimento económico registado numa economia como a de França está a levantar preocupações acerca da recuperação da Zona Euro, numa altura em que também foram registadas quedas na produção industrial e redução na confiança e na despesa dos consumidores. Leia a notícia completa no The Wall Street Journal (acesso pago/conteúdo em inglês).

Bloomberg

Facebook alerta que podem surgir novas polémicas com uso de dados

A maior rede social do mundo está consciente de que podem existir por aí mais empresas como a Cambridge Analytica, que terá usado indevidamente os dados pessoais de 87 milhões de utilizadores do Facebook para favorecer Donald Trump na corrida à Casa Branca. O Facebook alertou os investidores de que está a levar a cabo uma investigação interna que poderá expor mais casos como o que abalou a empresa nas últimas semanas. Aliás, está já à espera disso. Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso gratuito/conteúdo em inglês).

El Confidencial

Carrefour aponta a mira à Amazon

A liberdade total de horários existe em 12 países da União Europeia, incluindo Portugal. Mas não é assim em toda a Espanha. Ainda assim, a cadeia Carrefour quer trazer para o mundo físico o mesmo conceito de loja completamente aberta e a funcionar 24 horas por dia que já é possível no mundo digital, numa tentativa de se aproximar ao modelo de negócio de gigantes como a Amazon. Para já, o Carrefour tem vários super e hipermercados abertos continuamente na região de Madrid, embora o modelo ainda não seja exequível fora da capital espanhola. Mas a ideia é continuar a crescer. Leia a notícia completa no El Confidencial (acesso gratuito/conteúdo em espanhol).

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião