Bolsa avança após duas sessões no vermelho. Energia puxa

Praça nacional despertou com ganhos tímidos na última sessão da semana, isto depois de dois registos negativos. Milão volta a ceder à indefinição política. Mas Europa está em alta.

A bolsa nacional começou a última sessão da semana com ganhos tímidos, isto depois de dois dias de perdas em Lisboa. Na Europa, os primeiros minutos de negociação também são positivos, apesar da pressão vendedora que volta a castigar o índice italiano.

O PSI-20, o principal índice português, ganha 0,11% para 5.668,17 pontos. São ganhos modestos que espelham o arranque a meio gás do BCP, cujas ações valorizam 0,4%. É dos melhores desempenhos por cá, a par da Sonae Capital, REN e Mota-Engil, cujas valorizações também não iam muito além do registo do banco.

“O início de sessão ligeiramente positivo sinalizado pela pré‐abertura europeia poderá beneficiar ações como o BCP, que têm uma maior permeabilidade ao sentimento dos investidores globais”, referem os analistas do BPI.

“A Galp poderá mostrar alguma vulnerabilidade à recente perda de momentum que o petróleo acusou nos mercados internacionais. Será interessante observar se a Altri e a Navigator continuarão a manter a forte tendência ascendente da última semana”, acrescentam os especialistas.

Os títulos da petrolífera perdem 0,39% para 16,62 euros, numa altura em que o preço do barril de Brent cede mais de 0,5% para os 78,36 dólares. Já a papeleira Altri está em baixa de 0,51%, depois de várias sessões a cotar-se em alta, beneficiando do desempenho do dólar e da subida do preço da pasta de papel.

Com a maioria das cotadas em alta, Lisboa acompanha assim o arranque positivo na generalidade das praças europeias. O parisiense CAC-40 ganha 0,35% e o IBEX-35 de Madrid e o DAX-30 de Frankfurt avançam ambos cerca de 0,5%. Já o milanês FTSE-Mib volta a cair 0,7%, ainda a sentir os efeitos da instabilidade política assumida pelos investidores em relação à solução de governo encontrada pelos dois partidos de fora do sistema, o Movimento 5 Estrelas e a Liga.

De acordo com os analistas do BPI, “esta tendência positiva inicial constitui uma reação técnica às fortes perdas acumuladas pelos índices europeus nas duas sessões precedentes. Mesmo assim, a situação permanece delicada”. Lembram as declarações de Donald Trump em relação às negociações com a China, que causaram enorme aversão ao risco nos últimos dias.

(Notícia atualizada às 8h23)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bolsa avança após duas sessões no vermelho. Energia puxa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião