Sporting afunda 18% com mais três baixas no plantel

Comportamento do Sporting na bolsa de Lisboa continua bastante sensível ao desenrolar da crise em Alvalade. Esta quinta-feira, mais três jogadores rescindiram contrato. Ações afundam 18%.

Apesar da baixa liquidez, as ações do Sporting continuam bastante sensíveis aos acontecimentos vividos em Alvalade, tendo protagonizado uma queda acentuada na sessão desta sexta-feira. Isto depois de ontem mais três jogadores terem rescindido com o clube: Rúben Ribeiro, Rodrigo Battaglia e Rafael Leão, elevando para nove o número de saídas por justa causa.

A SAD Sporting viu os seus títulos caírem 17,72% para os 0,65 euros na primeira chamada da sessão desta sexta-feira. Voltarão a negociar pelas 15h30. Foram cerca de 700 papéis que trocaram de mãos, cerca de metade da média diária dos últimos 12 meses.

Esta foi a primeira reação dos investidores aos últimos desenvolvimentos no seio do clube. Esta quinta-feira, dia em que terminava o prazo para os jogadores apresentarem rescisão por justa causa invocando o ataque a Alcochete, mais três atletas da equipa principal de futebol rescindiram unilateralmente com o Sporting, juntando-se a outros seis jogadores que haviam feito o mesmo nas semanas anteriores: Rui Patrício, Podence, William Carvalho, Gelson Martins, Bruno Fernandes e Bas Dost.

Segundo o site Transfermarkt, os nove jogadores estão avaliados em quase 150 milhões de euros, representando quase dois terços do valor de todo o plantel sportinguista.

Fonte: Reuters

Ao início da noite desta quinta-feira, Bruno de Carvalho voltou a dizer que não há fundamento para os jogadores apresentarem rescisão do contrato com o Sporting por justa causa. “Há nove jogadores do Sporting que vão perder os processos com o Sporting, não tenho dúvida alguma”, afirmou o presidente leonino.

Na sua intervenção, Bruno de Carvalho indicou ainda que não se demite de funções. E, depois de o tribunal proibir as assembleias gerais marcadas pela comissão transitória da mesa da assembleia geral do Sporting para 17 e 21 de junho, revelou que vai permitir que sejam disponibilizados meios para a realização de uma outra assembleia geral (esta marcada pelo presidente da mesa, Jaime Marta Soares) que está agendada para 23 de junho e onde será votada a sua destituição.

(Notícia atualizada às 11h02)

Comentários ({{ total }})

Sporting afunda 18% com mais três baixas no plantel

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião