Carros elétricos da Emov chegam a mais três zonas de Lisboa

Campo de Ourique, Campolide e Sete Rios. São estes os bairros da capital aos quais a emov se decidiu alargar. Em Lisboa desde abril, o serviço espanhol já cobre 42 quilómetros quadrados da capital.

A primeira empresa de carsharing 100% elétrica a chegar a Lisboa vai alargar a sua área de serviço. A partir de 2 de julho, os clientes da emov vão passar a poder terminar as suas viagens em três novas zonas da capital portuguesa: Campo de Ourique, Campolide e Sete Rios. Além disso, a espanhola vai passar ainda a oferecer aos seus utilizadores pacotes de minutos, que podem significar uma poupança até 14%.

Emov vai alargar a sua área de serviço, chegando agora a 42 quilómetros quadrados.

Em Lisboa desde abril, a emov dispõe de 150 Citroën C-Zero, movidos a eletricidade. Até agora, era possível começar e terminar as viagens feitas com estes veículos numa área de 39 quilómetros quadrados. Com o alargamento agora anunciado, passam a ser 42 os quilómetros quadrados englobados pelo serviço.

Para usufruir destes automóveis, o cliente tem apenas de se registar no site desta empresa ou na respetiva aplicação. Por cada minuto que passa com o carro, o utilizador paga 18 cêntimos, podendo, a partir do próximo mês, comprar “pacotes de minutos”, que podem significar uma poupança de até 14%. “Serão três os pacotes de minutos que se poderão adquirir por via telefónica: 100, 200 e 400 minutos com poupanças até 12 euros“, explica a espanhola, em comunicado.

Outra das novidades anunciadas esta quinta-feira é a possibilidade das empresas criarem as suas contas coletivas. “[Um dos] principais benefícios são a poupança de 50% em relação aos serviços de viatura com condutor“, salienta a emov.

Nas próximas semanas, a espanhola em parceria com a líder no mercado do scootersharing — a eCooltra — irá ainda promover uma série de iniciativas em Madrid e em Lisboa para que os clientes das duas empresas tenham acesso a vantagens exclusivas, no serviço complementar.

Emov chegou a Lisboa em abril.

São os homens quem mais usa

Segundo os dados divulgados esta quinta-feira pela emov, 95% dos clientes da emov recomendariam este serviço de carsharing a um conhecido. Quanto ao perfil do utilizador em Lisboa, o uso deste serviço é maioritariamente feito por homens (86%) e em 43% dos casos substitui o carro particular nos trajetos na cidade.

“Estamos satisfeitos com o lançamento da emov em Lisboa. Todos os dias mais pessoas optam por se registar no serviço e deslocar-se pela cidade de forma sustentável e eficiente”, sublinha o diretor geral da empresa, na mesma nota.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Carros elétricos da Emov chegam a mais três zonas de Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião