Altice brilha na Europa, Nos é a estrela em Lisboa

Na Europa, a Altice fechou a subir mais de 3%, depois de notícias que dão conta da intenção de vender a operação em Portugal. Por cá, a Nos e o retalho puxaram pelos ganhos da bolsa.

A bolsa de Lisboa encerrou a semana em alta, ao somar a terceira sessão consecutiva de ganhos, à boleia da Nos, que valorizou mais de 2%. Na Europa, apesar das tensões comerciais, as praças valorizaram. Entre as cotadas, o destaque foi para a Altice, que chegou a disparar mais de 7%, depois de ter sido noticiado que poderá vender a operação em Portugal.

O PSI-20 valorizou 0,55%, para os 5.599,76 pontos, com seis cotadas em queda e 12 em alta. A contribuir para este movimento esteve a Nos, que ganhou 2,31%, para 4,86 euros. A impulsionar o PSI-20 esteve também o setor do retalho, com a Jerónimo Martins a somar 1,91%, para os 12,57 euros por ação, e a Sonae a subir 1,59%, para 1,02 euros por ação.

Em sentido contrário, o BCP perdeu 0,92%, para os 25,76 cêntimos por ação, a acompanhar o sentimento negativo que se fez sentir nos restantes bancos europeus.

A impedir maiores ganhos da bolsa nacional esteve também o setor energético, com a EDP a cair 0,72%, para os 3,43 euros por ação, e a EDP Renováveis a perder 0,76%, para os 9,10 euros por ação.

No resto da Europa, a tendência também foi de subidas ligeiras, apesar dos receios dos investidores com a guerra comercial entre os Estados Unidos e a China, no dia em que entraram em vigor taxas sobre importações de produtos chineses no valor de 34 mil milhões de dólares. A China já ameaçou retaliar, com a introdução de um imposto de 25% sobre as importações de petróleo dos Estados Unidos.

O Stoxx 600 fechou, ainda assim, acima da linha de água, bem como a maioria das praças europeias. A bolsa de Amesterdão ganhou 0,2%, com destaque para a Altice Europe, que fechou a subir mais de 3%, depois de a publicação especializada TMT Finance ter avançado que o grupo francês poderá vender o negócio em Portugal à Telefónica ou à Orange.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Altice brilha na Europa, Nos é a estrela em Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião