5 coisas que vão marcar o dia

INE atualiza dados do turismo. A operador brasileira apresenta resultados da primeira metade do ano. Em Cuba inicia-se a consulta pública ao projeto que vai retirar o comunismo da Constituição.

O Instituto Nacional de Estatística (INE) atualiza os dados relativos ao desempenho do turismo na primeira metade do ano, numa altura em que o motor da economia nacional começa a dar sinais de abrandamento. O dia também fica marcado pelos resultados da operadora brasileira Oi após o fecho da bolsa. Lá fora, Cuba inicia a consulta pública ao anteprojeto de revisão constitucional. Entre as alterações previstas está a eliminação da referência ao comunismo na Constituição cubana.

Como vai o motor da economia?

O INE atualiza os dados relativos à atividade turística relativos ao primeiro semestre do ano. A estatística inclui já o mês de junho, o primeiro mês da época alta. Até maio, o motor da economia apresentava sinais de algum abrandamento em termos de dormidas e hóspedes, apesar de a hotelaria continuar a registar proveitos expressivos.

Oi apresenta resultados

A Oi apresenta resultados semestrais após o fecho da bolsa. A operadora brasileira, que está a braços com uma grave crise e tem em curso um plano de reestruturação que não é reconhecido em Portugal, regressou aos lucros no primeiro trimestre, tendo apresentado um ganho de sete milhões de euros entre janeiro e março.

Enfermeiros e trabalhadores portuários em greve

Os trabalhadores portuários iniciam uma greve de um mês ao trabalho suplementar. A ação de protesto foi convocada pelo Sindicato dos Estivadores e da Atividade Logística (SEAL). Serão vários os portos nacionais afetados até dia 10 de setembro: Lisboa, Setúbal, Sines, Figueira da Foz, Leixões, Caniçal, Ponta Delgada e Praia da Vitória. Já os enfermeiros também iniciam hoje uma greve que decorre até sexta-feira. Em causa está a não conclusão de um acordo coletivo de trabalho que contemple principalmente a categoria de enfermeiro especialista. Os enfermeiros exigem ainda o descongelamento da carreira. A greve abrange todos os enfermeiros, independentemente do vínculo laboral, e tem a forma de “paralisação total e com abandono do local de trabalho”.

Cartel divulga relatório do petróleo

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo apresenta o relatório mensal do mercado petrolífero, onde deixa dados relativos à procura e oferta mundial. Isto numa altura particularmente sensível para os preços do barril, depois das sanções económicas aplicadas pelos EUA ao Irão ter dado força à cotação do ouro negro nos mercados internacionais.

Cuba consulta população para tirar comunismo da Constituição

Inicia-se o período de consulta popular do anteprojeto da reforma da Constituição de Cuba, num processo que vai durar até dia 15 de novembro. Entre as principais alterações ao texto que data de 1976 estão a eliminação de referências ao comunismo e o reconhecimento da propriedade privada.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião