Sonae vai abrir mais 70 lojas Continente Bom Dia até ao final de 2020

Continua o plano de expansão da Sonae. Empresa anuncia abertura de 70 lojas Continente Bom Dia até ao final de 2020. Sobre IPO de retalho, a Sonae diz que "continua a estudar operação".

A Sonae continua a apostar nas “avenidas de crescimento” e a expandir a rede de lojas. A retalhista prepara-se para, até ao final de 2020, abrir mais 70 lojas Continente Bom Dia. “A expansão de retalho continua forte”, afirma Luís Reis, Chief Corporate Center Office da Sonae, em declarações ao ECO. A Sonae MC, liderada por Luís Moutinho, deverá fechar este ano com 115 unidades, depois de abertas as 20 novas lojas previstas para este ano.

Luís Reis adianta, a propósito destas aberturas, que “parte delas já estão a ser realizadas, sendo parte do investimento que a Sonae apresenta”. O valor para a abertura destas 70 novas lojas não foi contudo avançado. A Sonae investiu, nos primeiros seis meses do ano, 151 milhões de euros, mais 30 milhões do que no ano passado.

Este plano de expansão do retalho alimentar da Sonae é conhecido numa altura em que a empresa apresenta os dados relativos ao primeiro semestre do ano, com lucros de 98 milhões de euros, um crescimento de 34,2% face a igual período do ano anterior.

Já a Sonae MC, detentora das insígnias de retalho alimentar, fechou os primeiros seis meses do ano com um volume de negócios de 1.906 milhões de euros, um crescimento de 7,2% face ao período homólogo do ano anterior. Ainda sobre o retalho alimentar, Luís Reis faz questão de referir que “este é o 11º trimestre consecutivo de ganhos de quota de mercado”. No que respeita à internacionalização da Sonae MC, Luís Reis diz que “não é uma prioridade neste momento”.

Sobre a operação de colocação de retalho na bolsa, o responsável pela retalhista diz que continuam “a estudar a operação”. Reis lembra que foram dados dois passos importantes para o desenrolar da operação: a escolha dos bancos (Barclays, BNP e Deustche Bank) e a definição do perímetro da operação (retalho alimentar e o negócio do imobiliário).

O anúncio da intenção do IPO do retalho foi feito em março deste ano, na apresentação de resultados do grupo.

“Como parte da estratégia da Sonae SGPS de proporcionar maior autonomia e foco às empresas do seu portefólio, o Conselho de Administração está atualmente a analisar a possibilidade de listar um portefólio de retalho, no qual a Sonae SGPS irá manter a participação maioritária”, afirmou na altura a empresa, em comunicado.

Operação da Sierra concluída ainda este ano

Quanto à compra dos 20% da Sonae Sierra à Grosvenar, a operação deve estar concluída ainda este ano. Luís Reis diz que “não há um prazo definido para a operação, mas não esperamos que demore muito tempo”. “A nossa expectativa é que será seguramente ainda este ano”, afirma ainda. O CCCO da Sonae lembra que “a operação está sujeita à aprovação de autoridades de concorrência de vários países”.

A Sonae anunciou, a 14 de julho, que reforçou a posição na Sonae Sierra para 70%, depois de comprar à Grosvenar uma participação de 20% por 255 milhões de euros. Na altura, o grupo liderado por Paulo Azevedo e Ângelo Paupério e que, a partir do próximo ano terá como CEO Cláudia Azevedo, justificava a operação, afirmando: “Para além de permitir à Sonae reforçar a sua posição e influência numa empresa líder no seu setor, esta operação aumenta o perfil internacional do grupo”.

A Sonae e a Grosvenar detinham, desde 2005, uma parceria em partes iguais, que agora se desfez.

Comentários ({{ total }})

Sonae vai abrir mais 70 lojas Continente Bom Dia até ao final de 2020

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião