Afinal, IPO da Saudi Aramco vai mesmo acontecer

De acordo com o ministro da Energia da Arábia Saudita, "especulações sobre o cancelamento do IPO não são verdadeiras".

Depois de a Reuters ter dado conta de que a Arábia Saudita teria cancelado a operação de colocação em bolsa da petrolífera Aramco, naquele que seria um dos maiores negócios da história, esta quinta-feira, o Financial Times (acesso pago) vem dizer que a oferta pública inicial (IPO, na sigla inglesa) da companhia nacional de petróleo continua em curso.

Khalid Al Falih, ministro da Energia da Arábia Saudita, divulgou hoje em comunicado, que as “especulações sobre o cancelamento do IPO não são verdadeiras”. O ministro avançou que o Governo está comprometido com a venda, no entanto o timing desta vai depender de múltiplos fatores, incluindo “condições de mercado favoráveis” e a aquisição planeada pela Saudi Aramco de uma participação na Sadic.

Falih acrescentou que, para preparar a colocação em bolsa, o Governo da Arábia Saudita “empreendeu várias medidas preparatórias importantes”, como por exemplo uma nova lei tributária de petróleo e gás. As medidas têm como objetivo “salvaguardar os seus interesses e os dos futuros acionistas privados da empresa”, explicou.

A dispersão em bolsa de petrolífera saudita faz parte de uma reforma do príncipe Mohammed bin Salman para reestruturar a economia, reduzindo a dependência face às receitas petrolíferas.

Em 2016, a Arábia Saudita anunciou um plano para vender cerca de 5% da Aramco através de uma colocação na bolsa saudita e num mercado internacional, prevendo um negócio que avaliaria a petrolífera em mais de dois biliões de dólares.

Comentários ({{ total }})

Afinal, IPO da Saudi Aramco vai mesmo acontecer

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião