Eleven Sports vai buscar diretor-geral em Portugal à Vodafone do Reino Unido

A Eleven Sports foi buscar o ex-líder do departamento de TV do grupo Vodafone a Londres, tendo-o nomeado para o cargo de diretor-geral da empresa em Portugal.

A britânica Eleven Sports já tem um líder e representante em Portugal. Jorge Pavão de Sousa foi nomeado pela empresa para o cargo de diretor-geral, depois de ter desempenhado funções de líder do departamento de TV da Vodafone em Londres, onde esteve “nos últimos dois anos”, de acordo com um comunicado enviado pela concorrente da Sport TV.

“Nas suas novas funções, Jorge Pavão de Sousa será responsável pela operação da Eleven Sports em Portugal, incluindo a expansão do seu crescimento, o aumento das receitas, o desenvolvimento de parcerias estratégicas e a supervisão do dia-a-dia das plataformas. Para além disso, estará também envolvido em projetos estratégicos ao nível do grupo e trabalhará a partir da sede da Eleven Sports em Londres”, sublinha a empresa de conteúdos desportivos, que entrou em Portugal este ano com a compra dos direitos de transmissão da Liga dos Campeões.

Em Portugal, a Eleven Sports tem já os direitos de várias ligas internacionais, como é o caso da liga francesa e da liga alemã. A empresa está a investir no mercado português, depois de ter alcançado sucesso em mercados como a Polónia. Até aqui, Pedro Pinto, antigo apresentador da CNN e ex-diretor de comunicação da UEFA, era a principal cara da empresa de conteúdos, ocupando o lugar de diretor não-executivo desde meados de julho.

Segundo a empresa, Jorge Pavão de Sousa vai reportar diretamente a Danny Menken, o diretor global da Eleven Sports. O novo diretor-geral da empresa em Portugal iniciará funções a 17 de setembro. Com a chegada de Jorge Pavão de Sousa, a empresa destaca a “vasta experiência em serviços de TV por subscrição” em empresas de telecomunicações e media, “como a Vodafone e Portugal Telecom/Altice, em vários mercados, como o Reino Unido, Brasil e mercado Ibérico”.

“Vamos procurar estabelecer parcerias locais fortes e ofertas de conteúdo relevantes focadas nos fãs, alavancando todas as relações globais já estabelecidas pela Eleven Sports e trabalhando em estreita colaboração com a equipa em Londres para impulsionar o entretenimento desportivo no mercado português”, disse Jorge Pavão de Sousa, citado na mesma nota.

(Notícia atualizada às 16h03 com mais informações)

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Eleven Sports vai buscar diretor-geral em Portugal à Vodafone do Reino Unido

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião