Mercadona faz expansão “à portuguesa”. Vai abrir 10 lojas no norte do país em 2019

Depois de iniciar em 2016 o seu projeto de internacionalização em Portugal, o comité de direção da empresa aprovou, em agosto, a abertura de oito a 10 lojas em Portugal em 2019.

A Mercadona vai, finalmente, abrir lojas em Portugal. A empresa de supermercados vai avançar com a abertura de oito a dez lojas, com data prevista para o segundo semestre de 2019. A decisão surge após dois anos de estudo do mercado nacional, e faz parte da primeira fase de internacionalização desta cadeia para território nacional.

Sobre a expansão, Juan Roig, presidente da empresa, diz que “Portugal é uma grande oportunidade para iniciar o crescimento internacional da Mercadona”, e fala de um compromisso assumido neste projeto. O número final de lojas a abrir no próximo ano será definido em função da evolução das licenças e o avanço das obras, mas já supera o objetivo inicial de abrir quatro lojas, previsto em 2016.

É para os distritos do Porto, de Braga e Aveiro que esta expansão começa a ser preparada — um empreendimento que vai arrancar com um investimento total de 100 milhões de euros (aos 25 milhões de euros inicialmente previstos para esta fase, juntam-se agora mais 75 milhões). A empresa prevê ainda a criação de 300 postos de trabalho que, somados aos 200 já existentes, totalizam 500 colaboradores em Portugal.

“Em Portugal, queremos ser portugueses”

Desde que prepara a sua entrada em Portugal, a premissa do grupo Mercadona tem sido sempre: “Em Portugal, queremos ser portugueses”. Para tal, a empresa conta já com sede no Porto, onde se situam os escritórios centrais, além dos de Lisboa. O primeiro grande passo desta cadeia foi a criação da sociedade Irmãdona Supermercados S.A., com domicílio fiscal em Portugal.

Há ainda lugar para um macrolaboratório de ideias de 1.000 metros quadrados, no Centro de Coinovação em Matosinhos, que vai ajudar a equipa da Mercadona a definir, junto dos clientes portugueses, o sortido de produtos a ser lançados em Portugal. É neste centro que se estuda ao detalhe os gostos e hábitos de consumo dos clientes portugueses.

Já na Póvoa do Varzim, a Mercadona está a construir, em duas parcelas com uma área total de 50.000 metros quadrados, um bloco logístico que vai servir para o desenvolvimento da atividade logística em Portugal.

Comentários ({{ total }})

Mercadona faz expansão “à portuguesa”. Vai abrir 10 lojas no norte do país em 2019

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião