Crescimento já atingiu o pico. OCDE revê em baixa economia da Zona Euro

A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico revela no Economic Outlook que o crescimento global vai fixar-se nos 3,7% em 2018 e 2019.

A Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Económico (OCDE) reviu em baixa o crescimento das economias europeias no Economic Outlook intercalar. O crescimento das economias mundiais vai fixar-se nos 3,7% em 2018 e 2019.

De acordo com o relatório, a instabilidade derivada da guerra comercial pesa na evolução. Os salários e a inflação estão “surpreendentemente” baixos, mas as previsões apontam para que continue a subir. A OCDE avisa que são necessárias mais reformas fiscais e bancárias para fortalecer a resiliência na Zona Euro.

O crescimento do PIB na Zona Euro viu as previsões recuar 0,2% para 2% em 2018 e 1,9% em 2019. “O crescimento económico na Zona Euro desacelerou desde o início de 2018, particularmente nos setores industriais que foram confrontados com uma menor procura externa, mas está a caminho de manter-se perto dos 2% no período 2018-19″, indicam no relatório.

Desde a última previsão, em maio, todos os valores para o crescimento do PIB foram revistos em baixa, com exceção da Índia, que deverá ser a economia do G20 que cresce a um ritmo mais rápido, e da Arábia Saudita.

As trocas comerciais mundiais já abrandaram nos últimos meses, e os preços de produtos nos setores implicados nas tarifas de Trump aumentaram. As economias de mercado emergentes também influenciam esta revisão no crescimento, ao registar algumas dificuldades nas condições financeiras. A OCDE exemplifica a situação com os casos da Argentina e da Turquia, que acumularam dívida em moedas estrangeiras.

(Notícia atualizada às 11h10)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Crescimento já atingiu o pico. OCDE revê em baixa economia da Zona Euro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião