James P. Allison e Tasuku Honjo vencem Nobel da Medicina

  • ECO e Lusa
  • 1 Outubro 2018

Trabalhos sobre imunoterapia para o cancro foram reconhecidos com o o prémio Nobel da Medicina de 2018.

O norte-americano James P. Allison e o japonês Tasuku Honjo foram esta segunda-feira distinguidos com o Nobel da Medicina pelos seus estudos sobre o cancro, anunciou o Instituto Karolinska de Estocolmo.

O prémio Nobel da Medicina é o primeiro destes galardões a ser anunciado, seguindo-se, nos próximos dias, os da Física, Química, da Paz e da Economia. Os laureados são responsáveis por investigações sobre imunoterapia para o cancro. Allison é professor num centro da Universidade do Texas e Honjo é professor na Universidade de Quioto.

A Assembleia do Nobel, no Instituto Karolinska, na capital sueca Estocolmo, é que escolhe e anuncia o prémio, que tem um valor de nove milhões de coroas suecas (870 mil euros).

(Notícia atualizada às 11h34)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

James P. Allison e Tasuku Honjo vencem Nobel da Medicina

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião