Taxas do aeroporto de Lisboa “são as mais caras do mundo”? Não é bem assim, diz ANA

O presidente executivo da TAP salientou que as taxas praticadas no aeroporto de Lisboa são as "mais caras que a TAP paga no mundo inteiro". Em resposta, a ANA explica que não é bem assim.

Foi na sexta-feira passada que o presidente executivo da TAP lançou a farpa. “As taxas da Portela são atualmente as mais caras que a TAP paga no mundo inteiro”, disse Antonoaldo Neves. Agora, pouco menos de uma semana depois, a ANA responde: as taxas aeroportuárias praticadas em Lisboa estão, na verdade, “abaixo 9,3% da mediana do grupo com o qual é feito benchmark regular”.

Na semana passada, em declarações aos jornalistas, o CEO da transportadora nacional fez questão de lembrar que as taxas exigidas no Aeroporto Humberto Delgado “são as mais caras que a TAP paga no mundo inteiro”, esperando-se, por isso, que as negociações com vista à conclusão do aeroporto do Montijo passem por uma revisão dessas taxas para que sejam “competitivas”, defendeu.

Já na entrevista que dera, no início de setembro, ao Expresso, Antonoaldo Neves tinha sublinhado que é “muito caro” operar em Lisboa, considerando que uma subida dessas taxas para “financiar” o aeroporto do Montijo seria problemática. “É muito mais caro do que 99% dos outros aeroportos em que eu opero. Lisboa é o segundo aeroporto mais caro para a TAP”, notou na altura, enfatizando que seria “ilegal subir as tarifas na Portela para pagar o Montijo”. “É preciso que fique muito claro: a TAP não vai financiar o Montijo”, reforçou, assegurando que, se tal acontecer, a transportadora recorrerá aos tribunais.

As taxas aeroportuárias do Aeroporto de Lisboa estão 9,3% abaixo da mediana do grupo com o qual é feito benchmark regular ao abrigo do Contrato de Concessão, validado pela ANAC”, responde agora a ANA.

De acordo com os dados avançados pela entidade, em Lisboa o valor da taxas é de 20,96 euros por passageiro, que compara com o valor mediano fixado nos 23,10 euros por passageiro. Em comparação, no aeroporto de Viena paga-se 32,56 euros por passageiro e em Madrid 28,91 euros por passageiro.

A título de exemplo, a gestora explica ainda que o Aeroporto de Frankfurt (onde a TAP opera) “a taxa de processamento de passageiro Schengen é 67% superior ao valor da taxa equivalente do Aeroporto de Lisboa”.

Por oposição, Estocolmo – Arlanda (onde a TAP também opera) pratica taxas inferiores às lisboetas. Aí o valor fixado é 10,56 euros por passageiro.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Taxas do aeroporto de Lisboa “são as mais caras do mundo”? Não é bem assim, diz ANA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião