Filmes, músicas e vídeos para se preparar para o Web Summit

Dois dias antes do arranque oficial do maior evento de tecnologia e empreendedorismo do mundo, o ECO falou com "especialistas" no assunto. Inspire-se.

Calendário apertado, poucas horas de sono e muitos encontros na agenda. Já preparou, agendou e começou a traçar os planos para os próximos dias? Faltam dois dias para o Web Summit e, com ele, a oportunidade de conhecer pessoalmente algumas das 70 mil pessoas (sim, o evento esgotou, anunciou Paddy Cosgrave, o fundador, durante a noite desta sexta-feira) que vão, por estes dias, estar em Lisboa para o evento.

Mas, nem só de reuniões vivem os participantes. Para encontrar inspiração, aproveite para dar uma vista de olhos nas dicas de alguns empreendedores com quem o ECO falou nos últimos dias. É que, alguns deles, estão no mesmo ponto: a preparar os próximos quatro dias para que sejam o mais proveitosos possível.

Jaime Jorge diz que, para bem preparar o Web Summit, ajuda ouvir This is how we walk the moon, de Jose Gonzalez. O cofundador da Codacy, que venceu o concurso de pitch do maior evento de tecnologia e empreendedorismo do mundo em 2015, recomenda ainda a leitura de The plot against America, uma novela de Philip Roth publicada em 2004 e que conta a história alternativa do tempo em que Franklin D. Roosevelt é derrotado nas eleições presidenciais de 1940 por Charles Londbergh.

Para se preparar também na televisão, Jaime Jorge recomenda a série Better call Saul, que está também na lista de preferências do fazedor.

“Li nas férias o livro dos Theranos — Bad Blood: Secrets and Lies in a Silicon Valley Startup– e parece-me uma boa ferramenta no contexto ‘tudo o que não deves fazer’ para seres bem sucedido”, explica Liliana Castro, fundadora e líder da comunidade Portuguese Women in Tech. Em matéria de música, e porque diz continuar “em modo Awards” — as Portuguese Women in Tech entregaram os primeiros prémios da sua história, dois anos depois da criação da comunidade –, Liliana Castro refere Who runs the World, de Beyoncé, e justifica: “Para todas as mulheres empreendedoras irem buscar aquilo a que têm direito”.

Bad Blood, sobre a história da startup Theranos.D.R.

Ana Lehmann, que até outubro ocupou o cargo de secretária de Estado da Indústria do Ministério da Economia, afirma que uma das músicas que recomenda é The Planets, do Gustav Holst. Em matéria de leituras, Lehmann propõe o livro The Theory of Moral Sentiments, do filósofo escocês Adam Smith (1759).

Por seu lado, Rita Marques, presidente da Portugal Ventures, gestora de capital de risco do Estado, sublinha que o Web Summit é sempre uma espécie de procura. Daí que recomende o filme Pursuit of happyness, com Will Smith. “Tens um sonho, tens de o proteger”, explica. Em matéria de música, Marques sugere I still haven’t found what i’m looking for, dos U2.

José Malaquias, fundador a The Inventors, dá a conhecer uma “obra prima que impulsiona a ação”: Line Rider, dos Mountain King. Além dessa, recomenda Once in a lifetime, dos Talking Heads e Laugh and walk away, dos The Shirts. “I go where I go, I don’t know”, esclarece, citando parte da letra.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Filmes, músicas e vídeos para se preparar para o Web Summit

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião