Depois das trotinetas, Lime traz carros para Lisboa em 2019

Depois do "sucesso" das trotinetas, a Lime planeia trazer para Lisboa o seu recém-lançado serviço de partilha de carros elétricos, no primeiro semestre do próximo ano.

Depois das trotinetas, os automóveis. Em conversa com o ECO, o cofundador da Lime avançou que o novo serviço de partilha de carros 100% elétricos da empresa norte-americana deverá chegar a Lisboa ainda na primeira metade do próximo ano. “O nosso objetivo é criar uma plataforma multimodal em todas as cidades”, sublinhou Caen Contee, estimando que o lançamento desta novidade na capital portuguesa deverá acontecer nos primeiros meses de 2019.

Caen Contee esteve à conversa com o ECO, na terceira edição lisboeta do Web Summit.Hugo Amaral / ECO

Foi há duas semanas que o The Information revelou esta nova aposta da startup, adiantando que o serviço será testado, nos próximos meses, nas ruas de Seattle, nos Estados Unidos.

De visita à terceira edição lisboeta do Web Summit, o cofundador da empresa aproveitou para confirmar ao ECO essa informação e acrescentar que o plano é, já no início do próximo ano, começar a expansão desse serviço para as diferentes cidades europeias onde a Lime opera, incluindo Portugal. “Uma data indicativa para quando os carros chegarão a Lisboa? A primeira metade do próximo ano”, salientou.

“Estamos a focar-nos em carros elétricos, mas de um modo que não exija infraestruturas municipais”, explicou Contee. De acordo com o cofundador, o novo serviço será disponibilizado através da mesma aplicação móvel que atualmente já permite alugar trotinetas. “O objetivo é criar uma plataforma multimodal em todas as cidades”, garantiu, nesse sentido, o responsável.

Quando este novo serviço da Lime chegar a Lisboa, não encontrará, contudo, um mercado vazio de concorrentes, como aconteceu com o lançamento das suas trotinetas. Atualmente, operam na capital as elétricas rede emov (presente deste abril, 100% elétrica e com uma cobertura de 42 quilómetros quadrados da cidade) e Hertz 24/7 City, bem como a Drive Now (serviço do grupo BMW que também tem reforçado a sua frota elétrica).

A Lime chegou a Lisboa no início de outubro deste ano, com 200 a 400 scooters elétricas. Criada em janeiro de 2017, a startup foi uma das pioneiras na partilha deste tipo de veículos, tendo conquistado a atenção (e o investimento) da Uber e da Alphabet. Além de trotinetas, a Lime oferece também, em algumas cidades, serviços de partilha de bicicletas.

Comentários ({{ total }})

Depois das trotinetas, Lime traz carros para Lisboa em 2019

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião