Comissão Europeia dá luz verde à aliança entre Telepizza e Pizza Hut

A aliança estratégica entre a Pizza Hut e a Telepizza foi aprovada esta terça-feira pela Comissão Europeia. Com esta união, está prevista a abertura de 1.300 lojas, incluindo em Portugal.

Massa fina ou massa fofa? Já vai ser possível escolher qualquer uma destas, tanto na Pizza Hut como na Telepizza. Isto porque a Comissão Europeia deu luz verde à fusão entre as duas marcas, uma intenção anunciada em maio. Com esta parceria, confirmada pelo Cinco Días (conteúdo em espanhol), o Grupo Pizza Hut vai passar a ter o dobro dos estabelecimentos, passando a servir mais de 500 milhões de potenciais consumidores.

A Direção Geral da Concorrência da Comissão Europeia aprovou a aliança estratégica entre a Pizza Hut, da Yum! Brands, e o Grupo Telepizza. A notícia foi confirmada esta terça-feira, num comunicado enviado à Comissão Nacional do Mercado de Valores (semelhante à CMVM portuguesa). Esta parceria já tinha sido anunciada pela primeira vez em janeiro e aprovada em maio por 100% dos acionistas da Telepizza.

A assinatura oficial desta parceria vai acontecer nos próximos dias, com o objetivo de entrar em vigor a 30 de novembro, diz o jornal espanhol. Com esta fusão, o Grupo Telepizza vai duplicar o número de estabelecimentos, alcançando os mais de 2.500 restaurantes. Vai passar ainda a operar em 37 países, servindo mais de 500 milhões de potenciais clientes.

Ainda com esta união, estima-se que as vendas aumentem para 1.100 milhões de euros por ano. “Esta parceria estratégica com a Pizza Hut coloca-nos numa posição única para enfrentar os desafios do futuro da indústria quick service restaurant“, diz o CEO e presidente do Grupo Telepizza, Pablo Juantegui, citado pelo Cinco Dias. “Esta é uma ótima maneira de continuar a liderar a indústria”, acrescenta.

Unindo-se com a Pizza Hut, a Telepizza planeia abrir 1.300 restaurantes nos próximos dez anos em Espanha, Portugal, América Latina (excluindo o Brasil), Caribe e Suíça. “O Grupo Telepizza é o parceiro ideal para nos ajudar a atingir este objetivo, devido à sua incrível capacidade de operações de franchising. Aproveitando a sólida experiência de nossos franchisados Pizza Hut, esperamos que esta aliança acelere o crescimento da Pizza Hut graças ao melhor de cada um”, remata Enrique Ramírez, diretor de crescimento global da Pizza Hut.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Comissão Europeia dá luz verde à aliança entre Telepizza e Pizza Hut

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião