João Ermida será o próximo chairman do Banco Montepio

Depois de o nome de Álvaro Nascimento ter esbarrado no acionista, João Ermida é o eleito para o cargo de chairman do Banco Montepio. Nome terá de ser aprovado pelo Banco de Portugal.

João Ermida é o nome escolhido para o cargo de presidente do conselho de administração do Banco Montepio, cargo que é desempenhado por Carlos Tavares. Ermida vai ser aceite pelo conselho geral da Associação Mutualista Montepio Geral (AMMG) e o seu nome ainda vai à assembleia geral do banco antes da avaliação por parte do Banco de Portugal.

A notícia foi avançada pelo Jornal Económico (acesso livre) esta quarta-feira e confirmada pelo ECO, sendo o segundo nome em cima de mesa para o cargo de chairman depois de Álvaro Nascimento não ter obtido luz verde da parte do acionista AMMG.

Carlos Tavares acumula atualmente as funções de CEO e de chairman do banco, devidamente autorizado pelo Banco de Portugal. Mas até dia 21 de janeiro terá de haver uma separação destas duas funções, ou seja, o Banco Montepio vai ter de eleger um novo chairman até essa data, tendo em conta a continuidade de Carlos Tavares como presidente executivo.

Inicialmente, o nome de João Ermida foi pensado para o cargo de CEO, com Carlos Tavares a desempenhar funções de chairman com poderes mais reforçados, sobretudo no que toca à elaboração do plano estratégico, mas o modelo do governação não teve a aprovação do supervisor por considerar que violava os princípios de fiscalização da gestão executiva que deve pertencer aos administradores não executivos.

João Ermida, 53 anos, começou a sua carreira profissional em 1987 como operador de bolsa. No ano seguinte vai para o Citibank Portugal, onde fez parte da equipa de mercado de capitais. Em 1993, entra para o grupo Santander com passagens por Portugal, Brasil e Espanha — neste último foi responsável global dos Mercados Financeiros. Demitiu-se da instituição em 2003 para se dedicar a projetos de cariz social.

Carlos Tavares tem vindo a reforçar a administração do banco. Como avançou o ECO em primeira mão, Dulce Mota vai abandonar a liderança do ActivoBank (o banco online do BCP) para ser administradora do Banco Montepio com o pelouro do retalho. Isto depois de ter contratado Leandro Silva, responsável pela área de informática.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

João Ermida será o próximo chairman do Banco Montepio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião