Marques Mendes: “Há dois políticos iguais na vontade de controlar a comunicação social: Sócrates e Rio”

No habitual comentário de domingo, Marques Mendes comparou o líder do partido ao antigo primeiro-ministro na vontade de controlar Justiça e media.

Marques Mendes diz que uma das coisas que liga Rui Rio a José Sócrates é a “vontade de controlar a Justiça e a comunicação social”. No seu habitual comentário de domingo, na Sic, Marques Mendes sublinhou que “as propostas do PSD” têm, como objetivo, “tentar controlar a ação do Ministério Público. E não surpreende que venham do lado de Rui Rio”.

“Em Portugal há dois políticos iguais na vontade de controlar a justiça e a comunicação social: José Sócrates e Rui Rio. Nessa matéria, eles são verdadeiros irmãos siameses. Podem até ser diferentes nas intenções e no caráter, mas nas ideias são iguais. Um e outro gostavam de poder dizer o que se investiga, como se investiga e quando se investiga”, assinalou.

Marques Mendes disse ainda que, da parte de Rio, há três coisas que o surpreendem: o combate à corrupção, porque “Rio é um homem sério e, apesar disso, nunca é capaz de ter uma palavra firme” face ao tema, a posição do líder social democrata face a Joana Marques Vidal já que “nunca Rui Rio teve uma palavra clara de apoio. Foi sempre ambíguo” e, em terceiro, aquilo que considera “prioridades invertidas”. “A grande prioridade no que ao Ministério Público diz respeito é dotá-lo de meios para um combate mais eficaz e mais rápido à corrupção e ao crime em geral”.

Comentários ({{ total }})

Marques Mendes: “Há dois políticos iguais na vontade de controlar a comunicação social: Sócrates e Rio”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião