Milionário francês compra Torres de Lisboa por 100 milhões

  • ECO
  • 16 Dezembro 2018

O grupo Castel do francês Pierre Castel, comprou parte do centro de escritórios conhecido como Torres de Lisboa. Negócio terá sido fechado por mais de 100 milhões de euros, avança o Expresso.

Poucos dias após a aquisição dos terrenos da antiga Feira Popular de Lisboa pela Fidelidade, mais um grande negócio do setor imobiliário português foi fechado. Desta vez o alvo são as Torres de Lisboa que terão sido compradas em parte pelo grupo Castel do milionário francês, Pierre Castel. A notícia é avançada pelo Expresso (acesso grátis) neste domingo que adianta ainda que o grupo terá desembolsado mais de 100 milhões de euros pelos ativos.

De acordo com aquela publicação, o negócio envolve quatro edifícios, duas torres de 16 pisos cada e mais dois de cinco pisos cada, todos eles arrendados quase na totalidade com contratos de longa duração a empresas como o Cetelem, o BPI, a Manpower, o British Hospital ou, mais recentemente, o Diário de Notícias e a TSF (Global Media Group).

Fora da operação ficaram os restantes edifícios que estão ocupados pela Galp Energia, sendo que uma das torres pertence à petrolífera e a outra, a Torre A, pertence à empresa espanhola Merlin.

Os ativos agora alienados pertenceram à Chamartín – que entrou em insolvência em 2015 – e estavam atualmente nas mãos da espanhola ECS, gestora de fundos de recuperação e reestruturação de ativos.

Comentários ({{ total }})

Milionário francês compra Torres de Lisboa por 100 milhões

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião