Wall Street dispara. Bolsas dos EUA sobem mais de 5%

Não foi só o petróleo que disparou. As bolsas norte-americanas também registaram fortes valorizações na primeira sessão após o Natal. O Nasdaq disparou quase 6%.

Após fortes quedas, as praças norte-americanas deram uma prenda aos investidores. Na primeira sessão após o Natal, e num dia em que as bolsas estiveram encerradas na Europa, os índices dos EUA registaram fortes subidas, beneficiando da forte recuperação dos preços do petróleo. O Nasdaq brilhou ao apresentar uma valorização de quase 6%.

Numa sessão extremamente volátil, e depois de quedas expressivas nos últimos dias perante receios de abrandamento da economia, juntamente com as críticas de Donald Trump à atuação de Jerome Powell à frente da Fed, os três índices registaram ganhos expressivos. O S&P 500 encerrou a valorizar 4,95%, enquanto o Dow Jones subiu 4,98%.

A recuperação dos preços do petróleo após mínimos abaixo dos 50 dólares, no caso do Brent, transacionado em Londres, ajudou a puxar pelas praças norte-americanas, catapultando os títulos do setor petrolífero. Depois de cair, o barril encerrou a negociação com uma valorização de 7,93% para 54,47 dólares, em Londres, subindo 8,68% para 46,22 dólares em Nova Iorque.

O Nasdaq foi, contudo, a estrela da sessão ao registar uma subida de mais de 5%. Fechou com um ganho de 5,8%, num dia em que as tecnológicas dispararam, recuperando das quedas acentuadas que apresentaram nas últimas sessões, ainda a ressentirem-se dos receios dos investidores em torno da guerra comercial entre os EUA e a China.

Comentários ({{ total }})

Wall Street dispara. Bolsas dos EUA sobem mais de 5%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião