EDP e Galp dão energia à bolsa de Lisboa. Europa abre em alta

São 14 as cotadas portuguesas que colocam Lisboa na rota dos ganhos europeus. EDP e Galp destacam-se.

A bolsa nacional iniciou a última sessão da semana em alta, animada pela EDP e pela Galp. São 14 as cotadas nacionais que apresentam ganhos nos primeiros minutos de negociação na praça portuguesa, colocando Lisboa em linha com o sentimento positivo que se observa nos principais mercados europeus.

O índice de referência nacional, o PSI-20, avança 0,43% para 4.945,00 pontos. Destaque para o setor da energia, depois de o Tribunal Constitucional ter rejeitado os argumentos da REN, obrigando a gestora da rede elétrica ao pagamento da Contribuição Extraordinária para o setor Energético (CESE), numa decisão que poderá ter impacto em processos semelhantes que envolvem a EDP e a Galp. A REN esclareceu entretanto que a decisão do Tribunal Constitucional se aplica apenas a 2014.

Neste cenário, as ações energéticas estão em alta: a EDP soma 0,78% para 3,086 euros e a Galp avança 0,72% para 14,6%. Enquanto isso, a REN é um dos dois títulos a negociar abaixo da linha de água (o outro é o BCP), apresentando-se em baixa de 0,55%.

Lisboa consegue assim acompanhar a pressão compradora que se evidencia lá fora. O Stoxx 600, principal índice europeu, ganha 0,1%. O italiano FTSE-Mib valoriza quase 0,4%. Em Paris e Frankfurt registam-se ganhos entre 0,2% e 0,4%.

“O curso dos mercados europeus continua assim a ser ditado pela tendência de Wall Street. Alguns fatores endógenos ao Continente Europeu (como o Brexit) têm a capacidade de limitar ou reforçar essa influência mas não de a alterar”, dizem os analistas do BPI no seu Diário de Bolsa.

"O curso dos mercados europeus continua assim a ser ditado pela tendência de Wall Street. Alguns fatores endógenos ao Continente Europeu (como o Brexit) têm a capacidade de limitar ou reforçar essa influência mas não de a alterar.”

Analistas do BPI

Diário de Bolsa

Esta quinta-feira a principal praça de Wall Street, o S&P 500, conseguiu alcançar uma série de cinco sessões em alta, o que acontece pela primeira vez desde setembro.

Vários fatores têm contribuído para a melhoria do sentimento dos investidores, não só do outro lado do Atlântico, mas também no Velho Continente. “Posição menos severa da Fed, os progressos nas conversações sino-americanas e os sinais reconfortantes dados pela economia americana” são alguns dos motivos apontados pelo BPI para o maior apetite dos investidores por risco.

Lisboa segue em alta

(Notícia atualizada às 8h23)

Comentários ({{ total }})

EDP e Galp dão energia à bolsa de Lisboa. Europa abre em alta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião