Bolsa volta às quedas. Jerónimo Martins corrige de fortes ganhos

O PSI-20 está a acompanhar as quedas das restantes praças europeias. A Jerónimo Martins lidera as quedas depois da forte valorização na última sessão.

Numa sessão que está a ser negativa na generalidade das praças europeias, a bolsa de Lisboa não é exceção. A praça portuguesa apresenta uma queda ainda que ligeira, sendo penalizada essencialmente pela Jerónimo Martins que corrige da forte valorização da última sessão. A queda do petróleo pressiona a Galp Energia, estando ainda o BCP a pesar no comportamento do PSI-20.

Enquanto o Stoxx 600 resiste a uma desvalorização de 0,3%, assim como as bolsas de Milão e Madrid, o PSI-20 está também a apresentar uma queda desta dimensão. O principal índice bolsista nacional está a recuar 0,24% para 5.157,19 pontos, depois de ter subido mais de 1% na última sessão. Apesar da descida, o saldo no acumulado do ano é positivo em quase 10%.

A penalizar o PSI-20 estão os títulos da Jerónimo Martins, que descem 0,65% para 12,925 euros, depois de ter subido mais de 4% na sessão anterior perante a perspetiva de que a Polónia volte a permitir a abertura das grandes superfícies comerciais ao domingo.

Enquanto isso, ainda no setor do retalho, a Sonae sobe 0,05% para 0,911 euros, assim como a Sonae Capital que valoriza 0,22% para 0,90 euros, no dia em que anunciou a aquisição da empresa Aqualuz Turismo e Lazer e a consequente exploração do hotel Aqualuz Suite Hotel Lagos.

A maior queda desta sessão cabe à Galp Energia, cujos títulos desvalorizam 0,73% para 14,22 euros, numa altura em que o preço do barril de petróleo está a cair nos mercados internacionais. O barril de Brent cai 0,34% para 61,77 dólares, enquanto o WTI recua 0,32% para 53,49 dólares. Ainda no setor energético, a EDP soma 0,22% para 3,226 euros enquanto a EDP Renováveis se mantém inalterada.

Também a pesar no comportamento do índice estão as ações do BCP que recuam 0,42% para 0,2345 euros, corrigindo das subidas registadas na sessão anterior, altura em que o Bank Millennium, controlado pelo BCP, viu os lucros aumentarem 12% para 760,7 milhões de zlotys no ano passado.

A impedir uma queda mais expressiva do PSI-20 estão as cotadas do setor do papel: a Navigator está a subir 0,8% para 4,298 euros, enquanto a Altri soma 0,55% para 7,27 euros. Já a Semapa valoriza 0,4% para 15,18 euros.

(Notícia atualizada às 8h24 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Bolsa volta às quedas. Jerónimo Martins corrige de fortes ganhos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião