Morgan Stanley compra Solium Capital por 900 milhões de dólares. É a maior aquisição do banco desde a crise financeira

O banco Morgan Stanley comprou a Solium Capital, que tem um software de gestão de pagamentos em ações. A estratégia é captar empreendedores jovens, que podem vir a ser multimilionários.

O Morgan Stanley vai comprar uma empresa canadiana por 900 milhões de dólares, naquela que é a maior aquisição do banco norte-americano desde a grande crise financeira. A empresa é a Solium Capital, que tem uma solução para gerir os pagamentos em ações que muitas startups fazem aos trabalhadores como forma de remuneração. A notícia foi avançada pelo The Wall Steet Journal (acesso pago).

A Solium Capital tem com 3.000 clientes empresariais. Entre eles estão startups e “unicórnios” promissores, como a plataforma digital de pagamentos Stripe. Juntas, as empresas que usam os serviços da Solium Capital empregam um milhão de pessoas.

A estratégia do Morgan Stanley passa por angariar para o portefólio do próprio banco os fundadores e responsáveis de algumas destas empresas, que contam com uma força de trabalho mais jovem do que o que se verifica nas empresas tradicionais.

Alguns destes clientes vão tornar-se multimilionários de um dia para o outro, quando dispersarem, em bolsa, capital das respetivas empresas que fundaram. O banco espera também que estes empreendedores acumulem com o tempo fortunas cada vez maiores e que acabem por protagonizar grandes operações financeiras, que podem ser assessoradas pelo Morgan Stanley.

A Solium Capital foi fundada em 1999. Segundo o The Wall Street Journal, registou receitas de 81 milhões de dólares canadianos (cerca de 61 milhões de dólares norte-americanos) nos primeiros nove meses de 2018, um crescimento homólogo de 29% face ao ano anterior. O Morgan Stanley garante que a compra desta companhia canadiana não vai ter um impacto significativo nos lucros de 2019.

Comentários ({{ total }})

Morgan Stanley compra Solium Capital por 900 milhões de dólares. É a maior aquisição do banco desde a crise financeira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião