Porto-Dubai à distância de um… Emirates, a partir de 2 de julho

Emirates vai passar a voar do Dubai para mais uma cidade portuguesa. Voo para o Porto terá frequência de quatro vezes por semana e arranca no início de julho.

A Emirates vai começar a voar para o Porto, inaugurando assim rota para uma segunda cidade portuguesa, escreve esta terça-feira a Reuters. A companhia aérea planeia começar a rota Dubai-Porto a 2 de julho.

O Porto torna-se assim a segunda cidade portuguesa nas rotas da companhia aérea. A estreia para o Porto arranca com uma rota de quatro dias por semana, juntando-se aos voos diários para a capital portuguesa.

“O Porto tem beneficiado do incremento dos níveis de turismo, o que também é um reflexo do aumento do número de visitantes a Portugal como um todo. A introdução deste novo voo, além do bidiário para Lisboa, vai ajudar-nos a ir ao encontro da procura tanto para lazer como para visitantes em negócios, tal como dar-lhes mais opções de escolha, flexibilidade e ligações quando viajam de e para Portugal”, explica Tim Clark, presidente da Emirates, em declarações à Reuters.

O novo serviço da companhia aérea vai ser operado com aviões Boeing 777-300ER, em cabines configuradas para três classes, oito suites privadas em primeira classe, 42 lugares em business class e 310 lugares em económica.

O voo entre o Dubai e o Porto será operado às terças, quintas, sábados e domingos, e partirá do Dubai como EK197, às 09h15, chegando ao Porto às 14h30. O voo de regresso, EK198, partirá do Porto às 17h35 e aterrará no Dubai às 4h15hrs da manhã seguinte.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Porto-Dubai à distância de um… Emirates, a partir de 2 de julho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião