Lisboa regressa ao verde. CTT ganham 2% antes de apresentar resultados

A praça nacional acompanhou os ganhos registados no resto da Europa, numa altura em que os investidores aguardam pelas minutas da Fed.

A bolsa de Lisboa regressou aos ganhos esta quarta-feira, a acompanhar os ganhos que se fizeram sentir por toda a Europa, numa altura em que os investidores aguardam pelas minutas que serão divulgadas, esta tarde, pela Reserva Federal norte-americana. Por cá, os CTT destacaram-se das restantes cotadas, ao valorizar perto de 2%, imediatamente antes de apresentar os resultados relativos ao conjunto do ano passado.

O PSI-20 fechou a subir 0,76%, para os 5.178,20 pontos, com 14 cotadas em alta, uma inalterada e três em queda.

A contribuir para este movimento estiveram as papeleiras, com a Navigator a somar 2,22%, para os 4,41 euros por ação, depois de a equipa de research do BiG ter emitido uma nota onde vê a empresa como “extremamente subavaliada”, apontando para um potencial de valorização de quase 40% e para um aumento dos dividendos nos próximos cinco anos. Ainda neste setor, a Semapa ganhou 0,77%, para os 15,76 euros, e a Altri avançou 1,25%, para os 7,3 euros por ação.

Também os CTT estiveram em destaque, no dia em que apresentam resultados anuais. Os analistas apontavam para uma quebra de quase 14% nos lucros da empresa, para perto de 24 milhões de euros. A empresa acabou até por registar uma quebra mais acentuada dos lucros, de 28%, para um resultado líquido de 19,6 milhões de euros, mas, ainda assim, as ações valorizaram 1,95% nesta sessão, para os 3,13 euros por ação.

Destaque ainda para o BCP, que apreciou 1,43%, para os 23,4 cêntimos por ação, bem como para a Galp, que ganhou 1,56%, para os 14,63 euros por ação.

Fora do PSI-20, a Sonae Indústria derrapou 3,4%, para 1,42 euros por ação, depois de a empresa ter alertado os investidores que vai registar uma forte quebra nos resultados de 2018, devido ao reconhecimento de uma imparidade de oito milhões de euros com o encerramento de uma fábrica que detém na Alemanha.

Benfica brilha em Lisboa

Em sentido contrário, o Benfica disparou quase 9%, para os 2,8 euros por ação, depois de, na terça-feira, ter anunciado a renovação do contrato com o treinador Bruno Lage até 2023.

No resto da Europa, a tendência também foi de ganhos, com o Stoxx 600 a valorizar perto de 0,7%. Os investidores têm estado animados com uma época de resultados positiva para a maioria das grandes empresas e, esta quarta-feira, aguardam pelas minutas da Fed, que deverá dar novas pistas relativamente ao rumo que irá tomar na política monetária.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa regressa ao verde. CTT ganham 2% antes de apresentar resultados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião