Com Stadia, Google entra na corrida do streaming dos videojogos

"O futuro dos videojogos não é uma consola. É um lugar", escreve a Stadia, a plataforma de streaming de videojogos da Google. O serviço estará disponível ainda este ano.

A Google descartou as consolas e passou diretamente para os jogos. Para não perder a corrida, a multinacional já apresentou a Stadia, a sua nova plataforma de streaming, que marca a entrada da gigante tecnológica no mundo dos videojogos. Estará disponível ainda este ano, avança o Engadget (acesso livre, conteúdo em inglês).

“O futuro dos videojogos não é uma consola. É um lugar”, pode ler-se numa publicação na conta de Twitter da Stadia. A plataforma da Google, que é baseada na cloud, faz com que o utilizador consiga jogar de forma imediata, sem qualquer necessidade de descarregar o jogo ou fazer atualizações. É uma espécie de “Netflix dos videojogos”.

Além disso, o utilizador pode usar qualquer dispositivo para jogar, seja ele um computador, um tablet ou um smartphone. Inicialmente, a Stadia irá transmitir jogos a cores 4K, 60FPS e HDR mas, posteriormente, poderá suportar até 8K. O serviço estará disponível ainda este ano, nos Estados Unidos da América (EUA), Canadá, Reino Unido e Europa.

A Google tem vindo a preparar a sua entrada no mundos dos videojogos há vários anos, nomeadamente com a contratação de alguns executivos que passaram pela Sony e Xbox. Vinda diretamente da série de jogos Assassin’s Creed, Jade Raymond passa a ser a diretora da Stadia Games and Entertainment, responsável pelo desenvolvimento de jogos da Google.

Recorde-se que, na corrida dos videojogos, a Google já defronta outros adversários. A Microsoft, a Amazon e a Apple estão também empenhadas nesta ideia, mas nem todas andam ao mesmo ritmo. A tecnológica fundada por Bill Gates está a criar o seu próprio serviço de videojogos por streaming, que também deverá ser lançado ainda este ano. Contudo, parece estar um passo à frente: no passado mês de outubro, a empresa mostrou, através da um vídeo, como é que este serviço irá funcionar.

Já a Amazon e a Apple, que ainda não fizeram qualquer anúncio oficial sobre o tema, estarão em fases ainda muito iniciais do projeto, pelo que não se espera que os serviços estejam completamente implementados até ao final deste ano.

Comentários ({{ total }})

Com Stadia, Google entra na corrida do streaming dos videojogos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião