Wall Street fecha em alta impulsionada pelo setor financeiro

O dia foi de ganhos nas bolsas norte-americanas, com o setor financeiro a brilhar nesta sessão. No entanto, os receios com o abrandamento da economia continuaram a pesar.

As bolsas norte-americanas regressaram aos ganhos nesta sessão, mas os receios com o abrandamento da economia continuaram a pesar nos mercados, travando um melhor desempenho. Os três principais índices encerraram o dia em alta, com o impulso das empresas do setor financeiro.

O índice S&P 500 subiu 0,72%, para 2.818,41 pontos nesta sessão, e o industrial Dow Jones avançou 0,55%, para 25.656,72 pontos. O tecnológico Nasdaq também registou uma valorização, de 0,69%, para 7.690,51 pontos.

As instituições financeiras foram a estrela da sessão. O Bank of America avançou 1,34% para os 27,21 dólares, a JP Morgan subiu 1% para os 99,92 dólares, e o Citigroup valorizou 1,46% para os 61,22 dólares. A Goldman Sachs, que foi a parceira da Apple na criação de um novo cartão de crédito, termina o dia a subir 1,16% para os 190,69 dólares.

A Apple, apesar de ter registado ganhos no início da sessão, terminou o dia a cair 1,03% para os 186,79 dólares. A Alphabet também recuou 0,63% para os 1.189,84 dólares, no dia em que foi aprovada a nova diretiva dos direitos de autor na Comissão Europeia. Estas regras dificultam a vida ao Google, que enfrenta agora restrições ao conteúdo que pode disponibilizar.

Comentários ({{ total }})

Wall Street fecha em alta impulsionada pelo setor financeiro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião