Barkyn capta mais 1,7 milhões de euros. Fundo Indico lidera nova ronda de financiamento

Startup criou serviço de subscrição de alimentação e cuidados para cães. Financiamento vai acelerar expansão no mercado europeu.

A Barkyn fechou uma ronda de financiamento de 1,7 milhões de euros, liderada pela Indico. A startup portuguesa criou um serviço de subscrição de alimentação e cuidados para cães e, com a ronda de investimento, vai acelerar a expansão no mercado europeu.

A ronda de investimento revelada esta quinta-feira foi liderada pela Indico, primeiro fundo de venture capital independente e privado nacional, anunciado em janeiro e que conta com 46 milhões para investir em startups tech. Conta ainda com a participação da All Iron Ventures e dos business angels Shilling Capital Partners e 7 Graus.

"Mais do que construir algo inovador no fragmentado mercado dos animais de estimação, estamos a construir o futuro do e-commerce com uma personalização e conveniência extremas.”

André Jordão

Fundador e CEO da Barkyn

Com o investimento na Barkyn, a Indico conclui a sua quarta ronda do ano, depois dos financiamentos anunciados nas startups Sound Particles, Bitcliq e Attentive.

Ricardo Macedo e André Jordão, fundadores da Barkyn.Barkyn

“O mercado dos animais de estimação está a crescer exponencialmente a nível global e é, atualmente, um dos mercados com maior crescimento em termos de bens de consumo online. As pessoas estão a passar mais tempo e a gastar mais dinheiro com os seus animais de estimação, que são considerados membros da família. Mais do que construir algo inovador no fragmentado mercado dos animais de estimação, estamos a construir o futuro do e-commerce com uma personalização e conveniência extremas. Estamos também muito entusiasmados por termos os investidores certos – têm uma grande experiência em escalar negócios e empresas de tecnologia”, descreve André Jordão, fundador e CEO da Barkyn.

Com presença nos mercados português, espanhol e italiano, a Barkyn é um serviço de subscrição online para animais de estimação que responde às suas necessidades: os clientes recebem um pack mensal com ração de qualidade e snacks e brinquedos personalizados, e o serviço inclui ainda um veterinária online. A equipa da startup é liderada por antigos gestores da Rocket Internet, da Farfetch e da Prozis e viu o negócio crescer 300% em 2018 e, atualmente, entrega mais de 40 toneladas de ração por mês.

“Estamos entusiasmados com a incrível capacidade de execução da equipa num mercado online com um crescimento muito rápido. O modelo de negócio é robusto com margens interessantes num negócio tipicamente de margens reduzidas, o que demonstra o excelente historial e a determinação dos empreendedores”, detalha Stephan Morais, managing general partner da Indico.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Barkyn capta mais 1,7 milhões de euros. Fundo Indico lidera nova ronda de financiamento

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião