Futurália disponibiliza centenas de vagas em saúde, tecnologia, turismo e gestão

  • Ricardo Vieira
  • 5 Abril 2019

Emprego é uma das principais apostas da feira com vários processos de recrutamento.

A 12.ª edição da Futurália volta a destacar o emprego como uma das principais apostas da feira com vários processos de recrutamento em áreas tão diversas como a saúde, a tecnologia, o turismo ou a gestão, com centenas de vagas disponíveis.

No Espaço Emprego, situado no Pavilhão 1, a Futurália coloca os potenciais candidatos em contacto direto com os empregadores e empresas de recrutamento, com o objetivo de criar oportunidades de trabalho efetivas aos visitantes da feira. Para além de dinamizar ações relacionadas com o recrutamento e a empregabilidade, promove ainda a interatividade, networking e a capacitação dos participantes com diferentes workshops.

Além das ações de captação promovidas pelas empresas presentes no Espaço Emprego, estão previstas várias iniciativas com o objetivo de promover a empregabilidade com sucesso e a criação de emprego, bem como divulgar caminhos alternativos para casos de desemprego, de longa ou curta duração, como também casos em que os potenciais candidatos procuram dar um novo rumo à carreira. Esta área tem como alvo recém-licenciados, pessoas em situação de desemprego (18-45 anos), mas também todos os que procuram uma mudança ou novas alternativas na sua carreira.

Ainda neste contexto, o Fórum Futurália desta edição lança o debate sobre o tema “Qualificações e Emprego: o que (vou) fazer no Digital?”. O Fórum decorre esta sexta-feira até às 18h30, no PT Meeting Center, tendo como objetivo responder a um conjunto de questões relacionadas com a nova vaga de inovações paralelas a toda a economia, em particular à vida empresarial, e de um modo geral a toda a sociedade.

“Os avanços da revolução digital vieram trazer vários desafios para a sociedade, nomeadamente para a área laboral. Uma ampliação das capacidades humanas e qualificações e competências mais elevadas começam a ser exigidas para que seja possível acompanhar estas transformações. Desta forma, são necessárias novas experiências curriculares e uma adaptação das abordagens ao nível do ensino e da aprendizagem para que as novas gerações sejam preparadas para as funções que a era digital exige. Este é um trabalho que tem vindo a emergir nas instituições de ensino, realçando o seu papel de relevo na adaptação da sociedade aos novos desafios da revolução digital”, afirma o presidente do conselho estratégico da Futurália, Eduardo Marçal Grilo.

Comentários ({{ total }})

Futurália disponibiliza centenas de vagas em saúde, tecnologia, turismo e gestão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião