Farfetch investe 15 milhões para construir campus tecnológico em Matosinhos

Centro de inovação e operações será o maior da empresa. Farfetch emprega na zona norte do país cerca de 2.000 trabalhadores.

A Farfetch comprou o terreno em Portugal, no concelho de Matosinhos, onde deverá nascer o maior centro de inovação tecnológica e de operações da empresa, que conta com uma equipa de mais de 2.000 colaboradores na zona norte do país.

O investimento de 15 milhões na compra de terreno avança agora “para o desenvolvimento do projeto que incluirá zonas de escritório, espaços para áreas de operações, estúdios de produção digital e um conjunto de equipamentos que pretendem fazer deste Campus um espaço com características únicas a nível nacional”, explica a Farfetch em comunicado.

Aquisição permite iniciar o projeto de construção do futuro Campus Farfetch, um espaço com cerca de 70 mil metros quadrados e que será um centro de inovação tecnológica e operações da empresa.D.R.

“Estamos muito entusiasmados por podermos anunciar este projeto que representa um investimento muito importante da Farfetch, no desenvolvimento do negócio mas sobretudo nas nossas pessoas. A visão que temos para este campus estará assente nos pilares de inovação e bem-estar”, detalha Luís Teixeira, diretor-geral da Farfetch em Portugal, sublinhando que o investimento é, não só, uma prova de confiança em Portugal como um reforço da visão para o negócio e para a indústria, “e no nosso compromisso para o desenvolvimento nacional de talento, tecnologia e inovação”.

O campus, localizado em Matosinhos, está a poucos minutos do aeroporto e do centro da cidade do Porto.

“Este vai ser um parque de ciência e desenvolvimento tecnológico de larga escala em várias áreas, nomeadamente engenharia informática, ciber-segurança, infraestruturas, data science e muitas outras. Aqui vamos criar as condições para continuarmos a inovar e a mudar o futuro e a forma de comprar, com a ambição de continuar a fazer o que nunca foi feito”, acrescenta Cipriano Sousa, Chief Technology Officer da Farfetch.

“A instalação do novo Campus Tecnológico da Farfetch em Matosinhos constitui, assim, motivo de grande satisfação e de grande responsabilidade, uma vez que a câmara municipal de Matosinhos está firmemente empenhada em acompanhar a expansão da empresa, aprofundando a parceria e a estreita colaboração que temos mantido”, explica Luísa Salgueiro, presidente da câmara de Matosinhos, em comunicado.

Contribua. A sua contribuição faz a diferença

Precisamos de si, caro leitor, e nunca precisamos tanto como hoje para cumprir a nossa missão. Que nos visite. Que leia as nossas notícias, que partilhe e comente, que sugira, que critique quando for caso disso. A contribuição dos leitores é essencial para preservar o maior dos valores, a independência, sem a qual não existe jornalismo livre, que escrutine, que informe, que seja útil.

A queda abrupta das receitas de publicidade por causa da pandemia do novo coronavírus e das suas consequências económicas torna a nossa capacidade de investimento em jornalismo de qualidade ainda mais exigente.

É por isso que vamos precisar também de si, caro leitor, para garantir que o ECO é económica e financeiramente sustentável e independente, condições para continuar a fazer jornalismo rigoroso, credível, útil à sua decisão.

De que forma? Contribua, e integre a Comunidade ECO. A sua contribuição faz a diferença,

Ao contribuir, está a apoiar o ECO e o jornalismo económico.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Farfetch investe 15 milhões para construir campus tecnológico em Matosinhos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião