Preço das casas em Portugal registou a 4.ª maior subida da Europa

Portugal ficou no top da subida do preço das casas no ano passado. Aumento de 9,3% iguala Luxemburgo e Holanda, sendo apenas superado pelos países do leste da Europa.

Portugal ficou no top da subida do preço das casas no ano passado a nível europeu. O aumento de 9,3% igualou o registado no Luxemburgo e na Holanda, sendo o quarto mais expressivo entre os países da União Europeia. Só nos países do leste da Europa, Eslovénia (18,2%), Letónia (11,8%) e República Checa (9,9%), os preços subiram mais.

Dados divulgados pelo Eurostat, nesta quinta-feira, mostram que os preços das casas cresceram 9,3% no último trimestre do ano passado, face ao mesmo período do ano anterior. Se Portugal fica em quarto no ranking da UE, entre os países do euro ficou em terceiro.

Portugal continua assim a ocupar as posições de topo no que respeita ao crescimento dos preços das casas sendo que, numa análise em cadeia, também se observou uma aceleração do ritmo de aumento dos preços entre o terceiro e último trimestre de 2018. Passou de 8,5% entre julho e setembro, para 9,3% entre outubro e dezembro.

Maiores subidas dos preços das casas na UE

Fonte: Eurostat

Esses dados permitem constatar a dinâmica que ainda se assiste no que respeita ao mercado imobiliário em Portugal, mas também nos restantes países do europeus. Os preços na UE e na Zona Euro aumentaram, em média, 4,2% durante o ano passado, havendo países em que até desceram. O fundo da tabela é ocupado pela Itália, onde o valor das casas caiu 0,6%.

Esta tendência de subida de preços tem provocado algum alarme, já que resulta, em grande parte de uma política monetária ultra expansionista por parte do Banco central Europeu (BCE) — os juros estão em 0%. Há receios de que se possam vir a formar bolhas no imobiliário europeu.

O Fundo Monetário Internacional (FMI) não fala em bolhas, mas alerta para a sobrevalorização dos preços das casas. O organismo liderado por Christine Lagarde antecipa que os preços do imobiliário possam vir a cair de forma abrupta nos próximos três anos.

(Notícia atualizada às 10h30)

Comentários ({{ total }})

Preço das casas em Portugal registou a 4.ª maior subida da Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião