Lime chama reforços. Vai transportar trotinetas de… bicicleta

A Lime reforçou a equipa que tem nas ruas de Lisboa com "algumas bicicletas" capazes de transportar várias trotinetas. A "patrulha Lime" já tem 15 pessoas a arrumar, recolher e carregar os veículos.

Arrumar trotinetas em Lisboa é uma tarefa cada vez mais trabalhosa e a Lime viu-se obrigada a chamar reforços.

A empresa já tinha uma equipa nas ruas da capital, dedicada a arrumar, recolher e carregar as trotinetas elétricas da marca. Esta segunda-feira, “dois meses depois do lançamento da patrulha Lime”, a equipa “dedicada à organização da cidade e ao apoio a utilizadores e juicers recebe agora reforços”, anunciou a Lime, em comunicado.

“A marca irá disponibilizar algumas bicicletas com carrinha atrás, capazes de transportar várias trotinetes em simultâneo, que apoiarão a equipa que atua durante 24 horas nas principais artérias da cidade de Lisboa e em zonas mais movimentadas ou onde os passeios são mais estreitos, procurando estacionar adequadamente trotinetes deixadas em locais inadequados”, lê-se na mesma nota.

Veja as novas bicicletas que transportam trotinetas

Atualmente, a equipa tem 15 pessoas. Através desta iniciativa, a Lime tenta minorar o estacionamento das trotinetas em locais proibidos, um problema que tem estado associado a este negócio. Alguns utilizadores têm deixado as trotinetas em pleno passeio, à frente de passadeiras ou noutros locais perigosos para os peões.

Numa altura em que existem oito empresas a explorarem milhares de trotinetas em Lisboa, as autoridades já sinalizaram que estão a apertar a fiscalização ao estacionamento das trotinetas elétricas, que poderão resultar em multas às empresas que as exploram. Estas, depois, poderão tentar recuperar o valor junto do utilizador responsável.

Comentários ({{ total }})

Lime chama reforços. Vai transportar trotinetas de… bicicleta

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião