Nelson Tanure reduz posição na Pharol

Blackhill Holding Limited, detida pelo investidor brasileiro Nelson Tanure, comunicou que reduziu a posição de 5,49% para 4,845%.

O empresário brasileiro Nelson Tanure reduziu a posição na Pharol para menos do limiar dos 5%. Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários, Blackhill Holding Limited anunciou que detém agora 4,845% do capital da telecom, contra os anteriores 5,49%.

O anúncio foi feito depois de a CMVM ter levantado questões sobre a “falta de transparência” de três sociedades acionistas da Pharol e que serão controladas pelo mesmo empresário. No total, representavam mais de 18% do capital da empresa liderada por Luís Palha da Silva.

Num esclarecimento ao mercado, o regulador afirmou que “aprovou um projeto de decisão de falta de transparência das participações qualificadas no capital daquela sociedade [Pharol], comunicadas ao mercado pelas entidades High Seas Capital Investments, LLC., High Bridge Unipessoal, Lda. e Blackhill Holding Limited, LLC”.

Aqueles três sociedades estão no universo de controlo de Tanure, o que lhe permitiria votar com 18% do capital quando a Pharol tem um limite de direitos de voto por acionista fixado em 10%. A alienação de ações, que ocorreu entre 12 e 16 de abril segundo o comunicado, não chega para resolver.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nelson Tanure reduz posição na Pharol

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião