Sonae investe mais de 100 milhões em inovação

O grupo Sonae investiu mais de 100 milhões de euros em inovação e desenvolveu mais de mil projetos a nível mundial. O objetivo é solidificar a posição de liderança no setor do retalho.

A Sonae investiu mais de 100 milhões de euros em inovação, investigação e desenvolvimento o ano passado, apenas na área do retalho. Ao todo foram 1.079 projetos a nível mundial, anunciou a empresa em comunicado esta segunda-feira. Em comparação com o ano anterior, o investimento foi menor em cinco milhões de euros.

Estes dados constam no “livro de inovação do retalho 2018”, um relatório pioneiro no setor empresarial a nível mundial e editado pelo décimo ano consecutivo. No comunicado constata-se ainda que a Sonae conta com uma rede de open innovation que conta com 429 parceiros em 34 países.

Face a esta aposta estratégica, nos últimos dois anos, o número de parceiros de inovação da Sonae cresceu mais de 20%, onde se incluem universidades, centros de investigação e desenvolvimento, empresas, startups, incubadoras e aceleradoras, fornecedores e instituições das mais variadas áreas.

Catarina Oliveira Fernandes, diretora de comunicação da Sonae, realça que na empresa acreditam que “a diversidade e multidisciplinaridade são chaves para a inovação”. “Por isso, investimos nas pessoas, que estão no centro da nossa estratégia de inovação, e procuramos estabelecer parcerias que potenciam a nossa capacidade de inovar, estimulando a partilha do conhecimento e o desenvolvimento de iniciativas por via de cooperação em rede”, justifica a responsável. Esta estratégia tem vindo a “beneficiar não só a especialização das equipas, como também as oportunidades de crescimento dos negócios de retalho da Sonae, que reforçaram as suas posições de liderança no último ano”, acrescenta.

Entre as mais de 50 inovações que constam do livro de inovação 2018 e que foram desenvolvidas e implementadas pelas insígnias de retalho da Sonae estão projetos como: a app Feedback do Cliente, a app Smart Continente e o projeto Improve Your Game da Worten que foi implementado para responder ao crescente fenómeno do gaming e já está a surgir efeito, garante a empresa. As vendas desta categoria cresceram 60% e a quota de mercado da Worten aumentou em três pontos percentuais.

As inovações desenvolvidas e implementadas pela Sonae permitiram à marca reforçar a sua sustentabilidade, aumentar as vendas, reduzir custos e poupar no tempo despendido em vários processos.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Sonae investe mais de 100 milhões em inovação

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião