Banco de Portugal aprova nome de Bian Fang para líder do Bison Bank

Bian Fang já tem luz verde do Banco de Portugal (BdP) e acaba de se tornar o presidente executivo do Bison Bank, que incorpora ativos do Banif Investimento.

O Banco de Portugal (BdP) aprovou o nome de Bian Fang para presidente executivo do Bison Bank, a empresa que incorpora os ativos do Banif Investimento vendidos pela Oitante no ano passado, revelou o grupo em comunicado.

“Sinto-me muito honrado pela confiança depositada em mim pela administração do Grupo Bison. Estou muito entusiasmado por poder usar toda a experiência acumulada durante a minha carreira para contribuir para o desenvolvimento do Bison Bank”, refere o gestor chinês, em comunicado.

Bian Fang tem “mais de três décadas no setor bancário”, o que “irá permitir levar a cabo a implementação do plano estratégico do banco através da expansão do seu core business nas áreas de Wealth Management e Investment Banking, sustentada na plataforma Euro-Asiática, assegurando em simultâneo uma forte cultura e estrutura de gestão de risco”, refere o Bison Bank na mesma nota.

O nome de Fang Bian substituiu o de Pedro Oliveira Cardoso, inicialmente proposto para o cargo, que foi um dos gestores que passaram pela administração da Caixa Geral de Depósitos (CGD) no período crítico de 2008 a 2012, em que o banco público aprovou “várias operações ruinosas”, segundo a auditoria da EY a 15 anos de gestão da instituição.

Como noticiou o ECO no final do ano passado, essa auditoria estará na posse do Banco Central Europeu (BCE) e cerca de 14 gestores que passaram pela CGD nessa altura arriscam chumbo do regulador, caso sejam propostos para cargos de gestão no setor bancário.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Banco de Portugal aprova nome de Bian Fang para líder do Bison Bank

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião