Boost para executivos. Escolas e universidades mais próximas do mercado empresarial

  • Ricardo Vieira
  • 28 Maio 2019

Programas formativos apostam na componente prática e num corpo de docentes reconhecidos e com experiência no mercado.

Há dois programas Boost, de curta duração, e um Advanced Program em Marketing Digital Aplicado, com equivalência a Pós-Graduação, todos pensados para as carreiras de executivos. As formações são uma parceria do INDEG-ISCTE, primeira Escola de Negócios de Formação de Executivos, com a Lisbon Digital School.

Na oferta de programa intensivos, com a duração de 32 horas, há o “Boost E-Commerce para Gestores”, voltada para a utilização dos diferentes modelos de e-commerce, desde a implementação às ferramentas de captação de clientes e mapeamento de jornadas de consumidor. E há ainda “Boost Digital Marketing Immersion”, mais voltado para quem procura atualizar conhecimento e práticas de gestão, aprovação e contratação de marketing digital.

“Procuramos criar ofertas formativas diferenciadoras, que se destaquem não só pelos seus conteúdos atuais e aplicados, como pelos seus docentes, profissionais experientes e que estão no mercado de trabalho”, afirma Virgínia Coutinho, diretora-geral da Lisbon Digital School.

As duas entidades estruturaram ainda um programa de média duração: o Advanced Program em Marketing Digital Aplicado, que confere equivalência de pós-graduação, a pensar em quem procura mais competências em Marketing Digital. Nesta formação aprende-se a implementar boas campanhas de Google Ads, Facebook e outras redes sociais, a criar um bom site, bem como a gestão de agências de forma profissional.

O curso arranca em outubro, em horário pós-laboral, e vai apostar na componente prática focada em learning-by-doing.

Para José Crespo de Carvalho, da direção do INDEG-ISCTE, “estes programas aplicados, com caráter muito prático, fazem parte, na verdade, de uma aproximação necessária e urgente das universidades e escolas de executivos ao mercado empresarial e, em particular, em matéria digital. Muito se fala de digital e de transformação digital. Porém, temos de falar e debater, sim, mas temos de colocar em marcha programas efetivos para saber fazer. E este é o exemplo mais explícito de que estamos e queremos estar no saber fazer e no lado aplicacional”.

Pedro Janela, CEO & founder do Wygroup, João Nunes, CIO do grupo Havas, Pedro Santos, head of e-commerce & mobile da Sonae MC, Paula Alves, e-commerce director da Fnac Portugal, Nuno Pimenta, industry head da Google, Marco Gouveia, head of digital marketing do Grupo Pestana, fazem parte do corpo de formadores, que a organização selecionou por serem “altamente reputados e com conhecimento prático no mercado”.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Boost para executivos. Escolas e universidades mais próximas do mercado empresarial

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião