Governo vai contratar por ajuste direto 16 meios aéreos de combate a incêndios

  • Lusa
  • 28 Maio 2019

O Governo vai contratar por ajuste direto 16 meios aéreos para combate aos incêndios, anunciou Eduardo Cabrita. Ministro sob críticas por atrasos na contratação.

O Governo vai fazer ajustes diretos para a contratação de 16 meios aéreos de combate a incêndios florestais, anunciou o ministro da Administração Interna no Parlamento.

“Com base na declaração de alerta face à avaliação das condições meteorológicas desta semana, o ministro da Defesa assinou ainda ontem [segunda-feira] o despacho que permite a realização de ajustes diretos para 16 meios aéreos”, disse Eduardo Cabrita na Comissão Parlamentar de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias.

O ministro respondia aos deputados do PSD Marques Guedes e Duarte Marques, que acusaram o Governo de ter voltado “a falhar na contratação atempada de meios aéreos” de combate aos fogos.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Governo vai contratar por ajuste direto 16 meios aéreos de combate a incêndios

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião