Indico investe 3,25 milhões na startup europeia de micro mobilidade Tier

Fundo de capital de risco português participou na última ronda de financiamento da empresa, a mais rápida a atingir dois milhões de viagens na Europa.

A Indico investiu 3,25 milhões de euros na startup berlinense Tier, principal empresa europeia de micro mobilidade, na última ronda de investimento levantada pela empresa. Na startup já investiram um grupo de fundos europeus onde se incluem a Northzone, a Whitestar, a Point Nine, a Speedinvest, a Kibo Ventures e outros investidores, e o campeão de Fórmula 1 Nico Rosberg.

De acordo com a Indico, a empresa de trotinetas elétricas foi a mais rápida a atingir a marca dos dois milhões de viagens na Europa. Até ao momento, a empresa angariou mais de 30 milhões de euros.

Presente em 24 cidades, uma frota de dez mil trotinetas e um crescimento semanal de 20%, a startup é um dos principais players europeus em micro mobilidade e o seu negócio já é lucrativo nos principais mercados da empresa no norte da Europa.

“Estamos comprometidos em ajudar a mudar a forma como as pessoas se movem nas cidades, de maneira mais sustentável respeitando o meio ambiente. A Tier tem as métricas mais impressionantes da Europa. A capacidade de execução e expansão da equipa é ótima”, analisa Stephan Morais, managing general partner da Indico. Já Lawrence Leuschner, CEO da empresa, afirma que “a Tier é considerada a empresa que mais rápido cresceu na história da Alemanha, tendo demonstrado resultados exponenciais desde que iniciou suas operações em outubro do ano passado. Estamos muito satisfeitos em contar com a Indico como nossos investidores e parceiros nesta viagem”.

A novidade surge num momento em que a Tier anunciou um novo modelo de trotineta, com unidades “mais robustas, projetadas para durarem 12 meses em operação (mais do dobro da média do mercado)”, “com pneus maiores, melhor suspensão e alcance de 35 a 40 Km”. “Esses recursos combinados com travões mais potentes (incluindo um sistema elétrico em algumas variantes) contribuirão para melhorias de segurança significativas e mais conforto, em particular em cidades portuguesas”, sublinha a Indico em comunicado.

Lançado a 11 de janeiro, a Indico anunciou em maio a quinta ronda de investimento que liderou, naquela altura na plataforma de saúde digital Zenklub. A Indico Capital Parners, sociedade gestora do primeiro fundo de capital de risco independente em Portugal, tem 46 milhões de euros para investir em startups tecnológicas portuguesas e espanholas.

O jornalismo continua por aqui. Contribua

Sem informação não há economia. É o acesso às notícias que permite a decisão informada dos agentes económicos, das empresas, das famílias, dos particulares. E isso só pode ser garantido com uma comunicação social independente e que escrutina as decisões dos poderes. De todos os poderes, o político, o económico, o social, o Governo, a administração pública, os reguladores, as empresas, e os poderes que se escondem e têm também muita influência no que se decide.

O país vai entrar outra vez num confinamento geral que pode significar menos informação, mais opacidade, menos transparência, tudo debaixo do argumento do estado de emergência e da pandemia. Mas ao mesmo tempo é o momento em que os decisores precisam de fazer escolhas num quadro de incerteza.

Aqui, no ECO, vamos continuar 'desconfinados'. Com todos os cuidados, claro, mas a cumprir a nossa função, e missão. A informar os empresários e gestores, os micro-empresários, os gerentes e trabalhadores independentes, os trabalhadores do setor privado e os funcionários públicos, os estudantes e empreendedores. A informar todos os que são nossos leitores e os que ainda não são. Mas vão ser.

Em breve, o ECO vai avançar com uma campanha de subscrições Premium, para aceder a todas as notícias, opinião, entrevistas, reportagens, especiais e as newsletters disponíveis apenas para assinantes. Queremos contar consigo como assinante, é também um apoio ao jornalismo económico independente.

Queremos viver do investimento dos nossos leitores, não de subsídios do Estado. Enquanto não tem a possibilidade de assinar o ECO, faça a sua contribuição.

De que forma pode contribuir? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

Obrigado,

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Indico investe 3,25 milhões na startup europeia de micro mobilidade Tier

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião