PSD acusa Constâncio de mentir na comissão de inquérito à Caixa. Pela segunda vez

  • ECO
  • 7 Junho 2019

Constâncio disse no Parlamento que era "impossível" o Banco de Portugal ter conhecimento prévio dos créditos. Mas Berardo deu informações sobre financiamento de 350 milhões para comprar ações do BCP.

Não é a primeira vez que o PSD acusa Vítor Constâncio de ter mentido na comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD). Desta vez a acusação vem do deputado Duarte Pacheco, que não tem dúvidas de que o antigo governador do Banco de Portugal não disse a verdade no Parlamento ao omitir informação sobre o seu conhecimento prévio em relação ao financiamento a Joe Berardo para comprar ações do BCP.

“Não temos qualquer dúvida que o dr. Vítor Constâncio não disse a verdade na primeira comissão de inquérito. Queremos dar-lhe oportunidade para poder refrescar a memória e dizer a verdade ao Parlamento e ao país“, disse Duarte Pacheco em declarações à TSF (acesso livre).

“Bem sabemos que no seu primeiro depoimento o dr. Vítor Constâncio estava a sofrer um ataque de amnésia e que, portanto, não se recordava de coisa nenhuma. Neste caso é muito mais do que isso. Estamos a falar de autorizações que foram dadas expressamente para que o assalto ao BCP se verificasse”, prosseguiu o deputado social-democrata.

Para Duarte Pacheco, está claro que o “assalto ao BCP teve o ok do Banco de Portugal e do dr. Vítor Constâncio — não só pela concessão deste empréstimo a Joe Berardo, como também pelas reuniões que foram promovidas pelo próprio governador do Banco de Portugal com potenciais acionistas”.

As declarações do deputado do PSD surgem depois de o jornal Público (acesso pago) ter noticiado esta sexta-feira que Vítor Constâncio omitiu aos deputados ao dizer que o Banco de Portugal não tinha conhecimento prévio das operações de financiamento da CGD. Porém, o próprio supervisor bancário soube dos detalhes do crédito de 350 milhões de euros que ia ser concedido à Fundação Berardo para adquirir ações do BCP. E deu aval à operação.

Esta é a segunda vez que o PSD acusa o antigo governador de mentir na comissão da CGD. Anteriormente, o deputado Duarte Marques também tinha acusado Vítor Constâncio de ter mentido no caso das cartas enviadas por Almerindo Marques, onde este denunciava operações irregulares no banco.

Comentários ({{ total }})

PSD acusa Constâncio de mentir na comissão de inquérito à Caixa. Pela segunda vez

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião