Revista de imprensa internacional

  • ECO
  • 12 Junho 2019

A espanhola LaLiga foi multada ao abrigo do RGPD por uma infração muito grave na sua aplicação. Também em Espanha, a portuguesa Sonae ganhou uma batalha pela marca Continente contra o Carrefour.

Mais uma multa mediática por causa do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), desta vez em Espanha e por causa do futebol. A LaLiga usava os microfones dos telemóveis de quem usava a sua aplicação para detetar e encontrar estabelecimentos que tivessem a TV ligada no futebol sem licença para tal. Conheça esta e outras notícias que estão a marcar a atualidade internacional.

El País

LaLiga multada por usar aplicação para caçar streamings ilegais

A LaLiga foi condenada pela Agência Espanhola de Proteção de Dados (AEPD) a uma multa de 250 mil euros. A liga espanhola não informava os utilizadores da sua aplicação de que os microfones dos smartphones seriam usados para detetar e geolocalizar cafés e bares que emitissem partidas de futebol sem licença. A multa foi aplicada ao abrigo do Regulamento Geral de Proteção de Dados (RGPD), sendo que a infração foi considerada muito grave pelo supervisor espanhol. A LaLiga vai recorrer da decisão. Leia a notícia completa no El País (acesso livre, conteúdo em espanhol).

Cinco Días

Sonae ganha recurso contra o Carrefour numa disputa pela marca Continente

O Supremo Tribunal espanhol deu razão à Sonae numa disputa que opunha a empresa portuguesa ao Carrefour. A Sonae pode assim manter em Espanha a mesma insígnia que já usa em Portugal. De acordo com a sentença agora divulgada pelo jornal espanhol Cinco Días, o Supremo Tribunal indeferiu o recurso interposto pelo Carrefour que pretendia impugnar a decisão de uma instância anterior que ratificava a marca como sendo propriedade da Modelo Continente. Leia a notícia completa no Cinco Días (acesso livre, conteúdo em espanhol).

BBC News

Operadoras britânicas exigem saber se podem usar tecnologia Huawei

As principais operadoras britânicas deverão enviar esta semana uma carta ao Governo de Theresa May, exigindo clarificação sobre a posição do Reino Unido em relação ao uso de tecnologia chinesa da Huawei nas redes britânicas, numa altura em que o país prepara o lançamento do 5G. As empresas garantem que não vão ser capazes de investir nas infraestruturas se continuar incerta a forma como o Reino Unido se posiciona em relação à gigante tecnológica. Leia a notícia completa na BBC News (acesso livre, conteúdo em inglês).

The Guardian

Uber escolhe Melbourne para testar serviço de táxis voadores

A cidade de Melbourne, na Austrália, é a primeira metrópole fora dos EUA a ser escolhida pela Uber para testar os táxis voadores, um novo serviço de transporte aéreo que a empresa está a preparar. Os testes deverão arrancar no próximo ano, sendo que o lançamento do serviço comercial está programado para 2023. Leia a notícia completa no The Guardian (acesso livre, conteúdo em inglês).

BBC News

Protestos em Hong Kong terminam em violência

Milhares de protestantes saíram às ruas em Hong Kong manifestando-se contra uma lei que permitirá a extradição para a China de cidadãos acusados de crimes. Segundo os manifestantes, o sistema judiciário chinês permite detenções arbitrárias, confissões forçadas e até a tortura. Os protestos culminaram num clima de violência, com as autoridades a tentarem dispersar as multidões com recurso ao gás pimenta. Leia a notícia completa na BBC News (acesso livre, conteúdo em inglês).

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião