Testemunha de Berardo? “Terá de ponderar bem se lhe interessa”, diz Constâncio

Berardo pondera ter Constâncio como testemunha na ação executiva dos bancos para recuperar 962 milhões. "Terá de ponderar muito se interessa que eu seja sua testemunha", diz o ex-governador.

Vítor Constâncio afirmou que Joe Berardo deve “ponderar muito bem” se beneficiará do facto de o ter como testemunha no processo que a banca lhe moveu para recuperar 962 milhões de euros.

“Terá de ponderar muito se interessa que eu seja sua testemunha”, afirmou o antigo governador do Banco de Portugal esta terça-feira na comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos (CGD). “Tenho muito a dizer sobre isso”, acrescentou.

O empresário madeirense Joe Berardo está a ponderar chamar o ex-governador do Banco de Portugal (BdP), Vítor Constâncio, como testemunha na ação executiva que a CGD, BCP e Novo Banco colocaram para recuperar uma dívida que ascende a cerca de 962 milhões de euros. De acordo com uma nota enviada ao Público, Berardo admite “seriamente arrolar como testemunha o dr.º Vítor Constâncio” no processo judicial.

Constâncio respondia à acusação de Duarte Marques (PSD), que lhe disse que tinha a mesma narrativa de Berardo quanto ao financiamento concedido pela CGD à Fundação Berardo. “E é a si que arrola como testemunha da sua tese. Há aqui um comportamento-padrão”, notou o deputado social-democrata.

“Ao contrário do que procura fazer querer, o património todo da Fundação Berardo responde por este crédito”, defendeu o antigo governador do Banco de Portugal. “A minha visão sobre esse problema não é seguramente igual ao do sr. José Berardo”, precisou.

Constâncio diz que Berardo mentiu

Já no final da audição, Mariana Mortágua fez um relato da audição de Berardo, numa parte em que o comendador falou em várias reuniões que teve com o então governador do Banco de Portugal, uma delas a sós com Constâncio, e cujo assunto ficaria “entre quatro paredes”.

“Tudo isso é mentira”, contestou Constâncio. “Vou analisar essas declarações. Vou analisar essas mentiras”, prosseguiu o ex-governador. Constâncio já havia dito durante nesta audição que apenas se reuniu uma vez com Joe Berardo e foi acompanhado do seu diretor de serviços jurídicos, José Queiró. Nesse ocasião, o comendador teve um comportamento “bizarro”, disse

“Não tinha conhecimento tão descritivo como aquele que a deputada expôs. Mas vou analisar essas declarações”, ressalvou. Duarte Marques deixou a piada: “Nós somos testemunhas” do que Berardo disse.

(Notícia atualizada às 15h14)

Comentários ({{ total }})

Testemunha de Berardo? “Terá de ponderar bem se lhe interessa”, diz Constâncio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião