Zeinal Bava: “Viajei de Londres para esclarecer tudo”

Acusado de ter recebido 25 milhões de Salgado, Bava é ouvido esta tarde pelo juiz Ivo Rosa no âmbito da Operação Marquês. "Chegou agora o momento de tudo esclarecer", disse à chegada ao tribunal.

Zeinal Bava, antigo presidente da Portugal Telecom, é acusado de ter recebido 25 milhões de euros de Ricardo Salgado, e vai ser ouvido esta tarde Tribunal Central de Instrução Criminal de Lisboa pelo juiz Ivo Rosa. Diz que quer “esclarecer tudo” depois de ter sido achincalhado durante anos após o seu depoimento no Parlamento onde várias vezes respondeu que “não se lembrava”.

“É importante dizer que aqueles que durante tantos anos me achincalharam por causa do infeliz acontecimento no Parlamento que chegou agora o momento de, com serenidade, aqui no tribunal, tudo esclarecer e é isso que pretendo fazer”, disse Zeinal Bava aos jornalistas à chegada ao tribunal em Lisboa, em declarações transmitidas pela SIC Notícias.

Assistiu-me o direito de não falar, mas viajei de Londres justamente para poder vir aqui esclarecer tudo. Se não me levarem a mal, prefiro falar um dia destes e não agora. Tudo que tenho a dizer, vou dizer no tribunal”, acrescentou ainda, sem adiantar mais comentários.

Zeinal Bava é acusado de corrupção, branqueamento e fraude fiscal no caso da Operação Marquês, onde é arguido. O antigo presidente da PT explicou aos procuradores que os 25 milhões de euros entregues pelo ex-presidente do BES — segundo o Ministério Público, a transferência foi feita através da Espírito Santo Enterprise, a sociedade que servia de saco azul do GES — foram apenas confiados a ele para a compra de ações. E deverá ser esta a tese que deverá defender junto do juiz de instrução Ivo Rosa. Este montante já foi devolvido quase na totalidade cinco anos depois.

Quando foi ao Parlamento em fevereiro de 2015, Zeinal Bava foi criticado por ter respondido várias vezes às questões dos deputados com “Não me lembro” ou “Não tenha memória”, numa prestação que marcou a comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do GES.

(Notícia atualizada às 14h53)

Comentários ({{ total }})

Zeinal Bava: “Viajei de Londres para esclarecer tudo”

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião