Segurança Social vai abrir balcões nos países com mais emigrantes

  • Lusa
  • 26 Junho 2019

Vieira da Silva anunciou, esta quarta-feira, que a Segurança Social vai abrir balcões nos consulados nos países com mais emigrantes para apoiar esses beneficiários.

O Governo vai começar a abrir balcões da Segurança Social nos consulados até ao final do ano, para apoiar os pedidos de emigrantes, anunciou esta quarta-feira, no Parlamento, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

A abertura de balcões de atendimento da Segurança Social nos principais países de emigração de portugueses tem como objetivo “facilitar” pedidos destes emigrantes, e vão “funcionar junto de embaixadas e consulados”, disse Vieira da Silva.

O ministro, numa audição regimental na Comissão de Trabalho e Segurança Social, não adiantou o número de postos que quer abrir, mas disse que a intenção é que essa abertura decorra “até ao final do ano”.

França, Suíça, Reino Unido e Alemanha são alguns dos países com mais emigração e que podem ser candidatos às primeiras aberturas de postos da Segurança Social.

A criação dos primeiros postos nos países com sistemas de coordenação da Segurança Social com Portugal ou acordos bilaterais ou multilaterais foi noticiada, esta quarta-feira, pelo jornal Público, que precisou não estarem ainda definidos pormenores desta abertura de balcões.

Esta manhã, na comissão, o ministro, questionado sobre o atraso nas pensões de portugueses com parte da carreira contributiva no estrangeiro, Vieira da Silva defendeu a necessidade de ser dado um “passo em frente” para abrir esses serviços da Segurança Social nos países onde Portugal tem mais emigrantes.

Segundo o governante, a “presença de técnicos da Segurança Social nesses países irá facilitar estrategicamente” a atribuição de pensões até ao final deste ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Segurança Social vai abrir balcões nos países com mais emigrantes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião