Portuguesa HUUB entre as startups “mais sexy” da Europa

Tecnológica nacional da área de supply chain para a indústria da moda é finalista do prémio europeu "Hottest FashTech Startups", atribuído pelo júri do The Europas Awards.

A startup portuguesa HUUB, tecnológica que opera na área da cadeia de valor na indústria da moda, é candidata ao prémio de “Hottest FashTech Startup”, competição organizada pelo The Europas Awards, evento patrocinado pela TechCrunch.

Fundada em 2015, a HUUB tem trabalhado para tornar a logística um setor “mais interessante”. Na base dessa missão, a startup criou um serviço — a Spoke — integrado em toda a cadeia de abastecimento de uma marca, com foco na indústria da moda, e que tem como principal objetivo garantir uma maior eficiência e capacidade competitiva no combate ao monopólio dos principais players da indústria do fast fashion. Através dele, a HUUB gere interações de ponta a ponta, desde fornecedores a clientes finais e em mais de 123 mercados.

O anúncio acontece poucas semanas depois de a startup ter levantado uma ronda de investimento de 1,5 milhões de euros feita pela Maersk, gigante de logística mundial. Ao todo, a startup já levantou 4,35 milhões de euros no ciclo de fase seed.

“Não queremos apenas que a HUUB seja vista como sexy, mas sim que toda a indústria da logística seja interpretada como uma área de negócio atraente, cativante, com potencial de crescimento e capaz de seduzir os melhores talentos nacionais e internacionais”, explica Luís Roque, cofundador e CEO da HUUB, citado em comunicado.

Comentários ({{ total }})

Portuguesa HUUB entre as startups “mais sexy” da Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião