Eucalipto ganha terreno em Portugal. Já ocupa um quarto do território

  • ECO
  • 28 Junho 2019

Os dados mais recentes do Inventário Florestal Nacional, referentes a 2015, mostram que o eucalipto está a ganhar terreno em Portugal e já ocupa um quarto do território. Área de pinheiro está a cair.

O eucalipto continua a conquistar a floresta portuguesa. Uma década depois de se tornar a espécie dominante em Portugal, os últimos dados mostram que ocupa já mais de um quarto do território. Os dados ainda são provisórios, fazem parte do novo Inventário Florestal Nacional (IFN) e foram avançados ao Público (acesso condicionado) pelo Ministério da Agricultora.

E enquanto o eucalipto ganha terreno, as duas outras espécies principais — o pinheiro-bravo e o sobreiro — perdem espaço na floresta. Como recorda o jornal, os dados do relatório, referentes a 2015, mostram que pinheiro-bravo passou de 798 mil hectares para uma área de 714 mil hectares, uma perda de 10,5% em dez anos.

Os números avançados àquele jornal mostram também que Portugal está mais urbano e menos agrícola: o território que está ocupado por prédios, casas, armazéns, estradas, pavimentos artificiais ou outras construções subiu 10% em dez anos, de 399 mil hectares para 442 mil hectares.

O inventário é feito a cada cinco anos e o último levantamento deverá estar prestes a ser publicado pelo Governo, mas ainda não refletem os efeitos dos grandes incêndios de 2017.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Eucalipto ganha terreno em Portugal. Já ocupa um quarto do território

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião