Barkyn abre polo tecnológico em Aveiro. Vai contratar 20 programadores e designers

A startup portuguesa quer investir em tecnologia e, para isso, prevê a contratação de perto de duas dezenas de novos colaboradores. A equipa deverá, assim, quase duplicar.

A Barkyn, startup portuguesa de comida canina, está a expandir o seu negócio. Esta terça-feira, inaugura o “Polo Tecnológico Barkyn”, a sua primeira iniciativa deste género e que tem como destino a cidade de Aveiro. Para desenvolver tecnologia e criar novos produtos neste espaço, a marca vai criar perto de duas dezenas de postos de trabalho.

Programadores e designers são os profissionais de que a Barkyn está, neste momento, à procura. “Queremos investir em tech como core do nosso negócio e alargar a nossa equipa nesse sentido”, afirma André Jordão, cofundador e CEO da startup, em comunicado.

Sobre o local escolhido para implementar o polo tecnológico, o CEO da Barkyn explica que “desenvolver novos e mais inovadores produtos num ecossistema junto a uma universidade forte em tecnologia e investigação foi a maior razão que nos trouxe a Aveiro”.

Paralelamente à contratação de até 20 profissionais, a startup vai disponibilizar uma bolsa de investigação, no valor de três mil euros, a um estudante. Para a marca, o escolhido “terá a oportunidade de explorar um projeto conceito para a Barkyn durante seis meses”.

A Barkyn foi criada em 2017, está sediada no Porto e conta com mais de 25 colaboradores, equipa que deverá, agora, quase duplicar. Atualmente, a marca portuguesa vende cerca de 400 toneladas de comida canina por mês para vários países europeus.

Comentários ({{ total }})

Barkyn abre polo tecnológico em Aveiro. Vai contratar 20 programadores e designers

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião