Centeno manteve congelados 812,1 milhões no final de junho

A despesa cativada pelo Orçamento do Estado está a ser executada a um ritmo superior ao verificado em 2018, mas no final de junho ainda estavam congelados 812,1 milhões de euros.

O Ministério das Finanças ainda tem congelados pelo menos 812,1 milhões de euros em verbas dos orçamentos dos diferentes Ministérios no final de junho, entre cativações e o valor congelado através da Reserva Orçamental, de acordo com o Boletim de Execução Orçamental referente ao mês de julho.

De acordo com a informação disponibilizada pela Direção-Geral do Orçamento esta terça-feira, o Ministério das Finanças permitiu o descongelamento de 163 milhões de euros destas verbas entre março e junho.

Os dados demonstram uma execução a um ritmo superior da que se verificava no ano passado, que por esta altura ainda tinha congelados 963,3 milhões de euros.

No início do ano, a lei do Orçamento determinou o congelamento de 1073 milhões de euros de verbas destinadas aos diferentes Ministérios e entidades na sua dependência, apenas menos 13,3 milhões de euros que o valor total congelado em 2018 no respetivo Orçamento do Estado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Centeno manteve congelados 812,1 milhões no final de junho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião