EDP Renováveis e papeleiras ditam segundo dia de ganhos em Lisboa

A praça bolsista nacional arrancou em alta, alinhada com as pares europeias, numa sessão em que os principais destaques positivos são a EDP Renováveis e os títulos do setor do papel.

A bolsa nacional avança pela segunda sessão consecutiva. Acompanha o rumo positivo das pares europeias, com a EDP Renováveis e as papeleiras a serem os principais motores dos ganhos do PSI-20.

O índice PSI-20 abriu a avançar 0,27%, para os 5.008,4 pontos, enquanto o Stoxx 600, índice de referência para as ações europeias, soma 0,3%. A evolução positiva das ações europeias acontece depois de ter sido noticiado que a China está a preparar medidas para minimizar o impacto na economia da guerra comercial.

Por Lisboa, a EDP Renováveis iniciou a sessão a ganhar 1,41%, para os 10,04 euros por ação, isto depois de a casa-mãe EDP ter paga menos de 0,5% por 600 milhões em obrigações verdes emitidas na terça-feira.

Entre as maiores subidas da sessão estão os títulos das papeleiras. As ações da Altri e da Navigator somam 0,74% e 0,68%, respetivamente, para os 6,15 e 3,26 euros.

Por sua vez, cabe à Mota-Engil encabeçar os ganhos do PSI-20. As suas ações valorizam 1,68%, para os 2,052 euros, no dia em que Jornal de Negócios dá conta de que a maior construtora do mundo está à procura de parceiros no setor nacional.

Na sessão desta quarta-feira, os investidores estarão atentos à emissão de dívida de Portugal, com o IGCP a regressar ao mercado em busca de até 1.250 milhões de euros de financiamento, através de um duplo leilão com maturidades a 10 e 15 anos.

(Notícia atualizada às 8h25)

Comentários ({{ total }})

EDP Renováveis e papeleiras ditam segundo dia de ganhos em Lisboa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião